Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Jornalistas que querem falar de autismo, deveriam falar dos mais severos , estes é que são mais preocupantes e paralizantes, falar de autistas de alto desempenho banaliza e anula a classe de autistas que estão sofrendo em silêncio.

Sabe , toda vez que vejo uma reportagem de autistas, noto uma tendência jornalistica muito preocupante. A maioria fala de autistas que tem bom desempenho, que fazem alguma atividade e até faculdade.Glamorizam as reportagens. Nada contra , pelo amor de Deus, mas é preciso alertar. Este tipo de reportagem encobre a real face do autismo clássico , muitas vezes grave e incapacitante.A maioria destes autistas são de familia humilde , sem recurso para trata-los ou  entende-los.
 E assim os governos e sociedade minimizam o autismo, talvez achando até uma excentricidade e ele vai passando desapercebido....E aí ninguém sente culpa.
No entanto os muitos afetados pelo autismo clássico e cada um é ímpar, vai sofrendo calado e as familias junto com eles. Muitos não saem de casa. Alguns até mesmo encarcerados para ser contido e para que não se machuquem. E pasmem, alguns são apenas CRIANÇAS!
E todo mundo sabe o quanto a criança é INDEFESA!
Voce não considera crime de tortura deixar estes autistas orfãos e doentes neste estado? Sem ajuda?
Então jornalistas, procurem estes autistas e estas familias e mostrem seu dia a dia , sua realidade. Fiquem com os pais 24 horas como num realty show e aí voces vão ver a realidade do autismo, vão conhece-los na sua íntegra. Se precisar de conhecer alguma familia, pode me contatar, eu conheço algumas e me sinto um verme por não poder ajudar.
Por favor jornalistas, voces que tem a voz que grita mais alto num país, denunciem e escutem  o pedido silencioso dos dos olhos dos autistas graves e clássicos, porque muitos nao sabem nem sequer falar. Seja voce Jornalista a voz que cala, a voz que sofre  na Imprensa. Sensibilizem a mãe mais forte do Brasil Dilma Roussef para tenham Tratamento digno. Fazer isso é humanitário!

Ray Gonçalves Mélo, mãe de um autista clássico, dependente dos pais de 29 anos.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Centro de Pesquisa do autismo com Alysson Muotri, esclarecimentos aos meus amados e queridos amigos, Mina Vianna e Mário Relvas !


Oi Mina,querida amiga mãe batalhadora e fiel ao seu filho Bruno , o qual tenho muito afeição e também por já ter falado com ele várias vezes, o admiro bastante. Sei que para voce e Mário Relvas meu querido amigo, pai de Bruno um rapaz meigo e querido com autismo. a cura é impossível.
Venho aqui nesta post tentar explicar para voces dois a importância da pesquisa, pois eu não sei se voces estão bem a par dela por serem de Portugal. Eu devo aos dois muita gratidão, porque Mina e Mário sempre apoiaram Filipe e eu e me acolheram muitas vezes em seus braços. Por isso me vejo na obrigação de explicar melhor para os dois a luta pela cura do autismo. Falemos do impossivel.
Mas o que é impossível nesta vida? Pra mim só o é a morte.
Lembra da poliomelite? Que aleijava milhares de crianças? Pois é , para todos na época era impossível. E assim foi com outras doenças do passado. O autismo é mais complexo, atinge o cerebro, uma estrutura muito mais complexa que comanda o corpo todo. Mas Álysson Muotri desde cedo considerava isto um tabu. Em 2006 numa palestra de um cientista japonês, que todos consideram louco suas afirmações.. Alysson acreditou que pudessem retirar da pele de pacientes autistas, celulas tronco que ele mais tarde teria neurônios para testar. E fez isto com neurônios autistas.Trabalhando no Laboratório e sem dinheiro, ele recrutou vários cientistas , para pesquisar estes neurônios. Era uma pesquisa arriscada, sem lucro e talvez sem sucesso. Mas Alysson acreditava que podia descobrir algo . Entao aconteceu o milagre cientifico  Alysson e sua equipe reverteram os sintomas que causam o autismo em neurônios doentes. Eufôricos  mandaram a pesquisa para uma revista cientifica renomada para que ela, publicasse a pesquisa. Foi recusado, por que eles acharam que ainda tinha pouca revisão detalhada de tudo. Então ele e a equipe , passo a passo mostram como tudo foi feito. E aí mandaram para a Cell que imediatamente publicou. Isto todo o mundo agora sabe e a comunidade cientifica também. Na pesquisa notaram que os medicamentos usados para reversão do quadro eram tóxicas para humanos.Não desistiram. Alysson agora estuda medicamentos já aprovados e usados para ver se eles curam o neurônio autista, que ele notou na pesquisa são diferentes de pessoas sadias. É uma tentativa muito válida , porque estas substâncias são conhecidas e já sabemos de seus efeitos colaterais. E ele viaja o mundo todo buscando laboratórios que queiram testar drogas novas. Para isso faz palestras explicando a importância da pesquisa. Considero Alysson como um brasileiro tenaz que acredita no que faz e foi por isso que eu também acreditei .
Eu lendo a sua coluna G1, vi que ele escreveu sobre a criação de um Centro de Excelência de autismo, onde além da pesquisa , haveria outras atividades que beneficiariam os autistas.
Mina e Mário Relvas , eu sou mãe de um autista de 29 anos, que me indaga 24 horas com seu olhar e seu quadro , o que é que eu vou fazer para ajuda-lo. Todas as tentativas penso eu.E esta agora é além do normal. E foi aí que eu entrei em contato com a jornalista Cristiane Segatto e pedi a reportagem para a arte de Filipe e sobre o meu sonho de ver esta rapaz cuidado. O melhor para mim era a ciencia  deste pesquisador.E falei do meu sonho de ter no Brasil Alysson Muotri e sua garra, competência e o Centro de Estudos de pesquisa e Investigação do autismo.Agora obtivemos do Gabinete da Presidência o oficio enviado ao Ministério da Saúde do Brasil para que eles vejam a necessidade da criação do Centro de pesquisa do autismo no Brasil, que não existe.Agora é oficial, foi com o carimbo da Presidencia que eles receberam o pedido.
Carol Marchetto, Fred H. Gage, Alysson Muotri 
 Mário Relvas, Mina Viana,  Alysson no Centro de pesquisa , vai pedir a colaboração de cientistas do mundo todo, para que cada um dê sua contribuição no que sabe sobre autismo. Ele é uma pessoa humilde nesta questão , que reconhece que não se pode fazer tudo sozinho. Tem escrito isso no G1. Na vida Cientifica é assim , os passos de um colega ajuda outro. o Centro de Excelência de pesquisa do Brasil terá de ser de ponta para agilizar as pesquisas. Também ponto de palestras científicas com os pais de crianças autistas. Participação de Ongs. profissionais do setor . Aperfeicionamento de profissionais , muitos as vezes perdidos sem tecnicas especificas. Recrutamento de pacientes de todo país que queiram fazer parte da pesquisa. Não é obrigatório, pois muitas pais tem medo de que seus filhos deixam de ser eles mesmos apos medicados. Eu sei que há esta duvida. Mas a pesquisa não é de brincar de médico e monstro. E uma pesquisa de investigação da cura e para saber mais é preciso dar continuidade. Toda vez que tem algo novo é muito dificil para as pessoas entenderem, dá medo mesmo. Mas há uma possibilidade de cura real comprovada pela equipe de Alysson Muotri e só as pesquisa e o investimento dela é que vai determinar o sucesso. no comando de todas as coisas está o Deus Todo Poderoso e Verdadeiro, se for bom para o sofrimento dos autistas Ele se compadecerá.
 Se voce Mina e Mário Relvas fosse o Cientista Alysson Muotri desistia? Deixo esta reflexão para voces meus amados amigos!
 Ray

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Oficio da Presidenta Dilma Rousseff para a criação do Centro de Estudos e pesquisa do Autismo com Alysson Muotry cientista brasileiro que descobriu em laboratório a cura do neurônio autista!

"É melhor tentar e falhar, do que se preocupar e ver a vida passar; é melhor tentar ainda que em vão, do que se sentar fazendo nada até o final; prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder; prerfiro ser feliz embora louca, que em conformidade viver."  Desconheço o autor, por favor quem souber retifica aqui...


Bem este trecho é para dizer as mães e pais que me escrevem , que estou lutando e procurando trazer Alysson Muotry para o Brasil. Alías eu e muitas mães do Brasil . Mas chegar a Presidenta Dilma é muito dificil!
Um monte de assessores a cercam, vendo as prioridades mais importantes.E vamos ser realistas. O autismo não o é. Eu fiz um pedido de audiência à Presidenta Dilma para falar do Centro de Estudos e pesquisa sobre o autismo e junto comigo iria o cientista Alysson Muotry autor do projeto e pesquisa. Nínguém melhor que ele para falar com a Presidenta Dilma sobre este projeto tão importante e grandioso para os autistas do nosso grande Brasil. 
O pedido foi negado, segunda a secretária da Presidência , por já haver várias demandas sobre isto, inclusive de direitos humanos e que teria um projeto que ajudaria os autistas em breve , que creio ser a PL que seria beneficiado.
Quanto ao Centros de estudos de Alysson Muotry, o Ministério da Saúde tem de dar para nós o seu parecer. A Presidenta Dilma pede que eles possam resolver esta demanda. Eu vou esperar a resposta e vou cobrar ligando pra eles também.
Mas tenho visto um dado positivo sobre o autismo, depois do Alysson Muotry e sua descoberta da cura do autismo em laboratório , no Brasil se ascendeu mais a mais a discussão do autismo. Se fala muito mais nisso agora, do que antes. Não é verdade? Vira e mexe , lá vem os jornalistas e programas de tv falando sobre isso.
Isso não me esmorece, cada dia é uma conquista. Haverá outros meios de falar com a Presidenta,  vamos pensar nisso. Se voce pai e mãe de autista tem uma idéia nos ajude, todos estão convidados a lutar por este centro de pesquisa e tratamento do autismo com Alysson Muotry, um homem humano, lutador e que esta nos ajudando nesta caminhada. 
Para todos meu abraço.
Ray

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Centro de Excelência para Estudos do Autismo no Brasil,com Alysson Muotry voce precisa divulgar e acreditar!

 Eu vivia sem rumo na questão do autismo do meu filho com autismo. Mas não sem fé. Porque tenho um Deus Todo Poderoso de verdade , que nos criou com a capacidade de aprender, renovar, descobrir. Quem conhece meu blog , sabe que eu já tinha comentado aqui e principalmente no Blog Silencio Culpado da minha querida Lídia Soares,em 2009 que gostaria de conhecer um cientista que decifrasse as pinturas de Filipe era por isso que eu não me desfazia delas, apesar de aparecerem compradores. Uma porque não era minhas e  outra porque talvez elas ajudasse os autistas do nosso Brasil, a prova esta neste post abaixo. http://silencioculpado.blogspot.com.br/2009/05/o-autista-pintor.html
    Quando conheci Alysson Muotry, senti e vi o que cientista era ele. Ele era mais que um cientista. Era um sonhador que acredita que tudo é possível quando se deseja algo com muita vontade. Ao ler o que ele escrevia no G1  notei  um cientista competente e vitorioso no que faz,ele descobriu a cura do neurônio autista , é respeitado pela comunidade cientifica mundial ,  mas a gente nota sua paixão pelo autistas, seu entusiasmo pelo futuro deles. Ele considera um mito, a frase de que: O Autismo não tem cura.
Contar com este entusiasmo é tudo que nós mães de autistas queremos. Alysson Muotry traz esta esperança baseada na ciência. É um grande projeto. Devemos apoiar, porque isto vai modificar tudo que conhecemos sobre o autismo hoje . É um novo olhar. Não estamos cansados de tudo que conhecemos sobre o autismo de hoje? Sabem quando abracei esta idéia ?
   Um dia lendo seu post no G1 o vi falar no Centro de Excelência para estudo do autismo pela primeira vez.
Apaixonada pela ideia dele, busquei jornalistas para abraçar esta causa e Cristiane Segatto da revista Época
fez uma reportagem comigo e Alysson Muotry que confirmou mais tarde esta ideia no O Globo.
A mim coube falar com o Acessor da Dilma Hilário o Bigode, que sempre falou comigo , mas nunca veio, apesar da minha insistência por telefone e e-mail.
  Alysson Muotry hoje fez uma explicação deste Centro de Excelência sobre o autismono G1 e eu fiquei maravilhada com a proposta dele que vai beneficiar os autistas de todo Brasil.Esta aqui http://g1.globo.com/platb/espiral/2012/11/19/centro-de-excelencia-para-estudos-do-autismo-no-brasil-parte-ii/   
Mas como já disse não basta ele ser apaixonado pela causa, nós mães e pais de autistas e jornalistas, politicos, artistas,sociedade em geral, que abraçem nossa causa e  possam  tocar a Presidenta Dilma para que ela nos ajude e este Centro de Excelência para autismo seja criado. Eu não posso olhar para meu filho adulto com autismo e não pensar em lutar por ele. E voces podem dormir sossegados sem fazer nada por nossos autistas que estão sofrendo calados por falta de perspectiva do Governo?
Olhe para seu filho com autismo e ajude com sua contribuição. Se conhece algum jornalista peça matéria sobre isso, se conhece alguém influente no governo entregue o esquema de Alysson Muotry para chegar nas mãos da Dilma. Ajuda gente, escrevam cartas.Divulguem o esquema dele no seus blogs. Não é possível que a Presidenta Dilma não nos ouça.
No facebook do Presidente Barak Obama eu publiquei várias vezes sobre o descaso com os autistas do Brasil, pedi ao Presidente para Falar com a Dilma. Sei que é uma gotinha no oceano, mas eu acreditei, esta é a questão, ACREDITAR, vamos lá gente, ACREDITEM, apoiem Alysson Muotry, o melhor agora para os autistas do nosso Brasil é Centro de Excelência para o autismo de Alysson Muotry.

Ray Gonçalves Mélo

sábado, 20 de outubro de 2012

Por uma inclusão dos autistas na ruas , na sociedade....

Se as pessoas da sociedade, comércio, bares restaurantes, praia, familia e amigos, cinema teatro, shopping, não aceitar o meu Filipe do jeito que ele é, QUE ME ESQUEÇAM.... eu também não os quero....Foi pensando assim, quebrando barreiras e
levantando o peito e sem nunca ter vergonha de mostrar meu filho que eu ajudei ele ser sociável e abri as portas da rua pra ele. Ele acredita em mim, ele sabe que o defendo das pessoas que riem dele ou o rejeita,ele sabe que vou defende-lo de tudo o que o possa magoar. Eu não tenho vergonha de fazer isso. As pessoas é que tem de se adequar a Filipe e não ele a elas. Se não quiserem assim, eu me vou, não me chamem. Onde meu filho não pode estar , eu não quero estar também . Sou feliz por dar esta dignidade para meu filho.........sou mãe .... Ray Gonçalves Mélo 





facebook:  
https://www.facebook.com/pages/Arteautismo/282755475107460







Ps: Esta foto eu tirei com Filipe num casamento que fui com ele no mês passado, onde ele foi muito bem tratado

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Minha experiência com meu filho adulto com autismo, não é o fim do mundo sabia?

Eu vou contar uma historia  que aconteceu, aqui em casa........
Por muitos anos, aranhas de canto de armário, fizeram seu ninho bem no cantinho do meu armário perto da pia , onde lavo minha louça na parte exterior, não tinha como eu  não olhar para elas. Nunca gostei de aranhas, me dava nojo mata-las,então eu ia adiando dar fim a elas, e elas iam ficando , mas no final eu não aguentava  as eliminava. E foi assim , elas voltando e eu eliminando, isso por 15 anos, até que um dia elas pararam, elas não fizeram mais ninho lá, desistiram. O interessante é que as aranhas que se foram , não avisaram que ali era perigoso,para as novas que viriam. Elas aprenderam por si que ali não era um bom  local para se fixar e nunca mais tentaram se instalar ali.
Agora a pergunta: _ O que é uma aranha? Não é só um inseto com cérebro minúsculo, sem nenhum entendimento? Apesar de ter muita habilidade para tecer teias no intuito de pegar bichinhos para comer?
Porque iniciei com esta historia? Para mostrar que nossos filhos com autismo apesar de ter muitas dificuldades, pode aprender a ser independentes na sua vida diária.
 Por causa do distúrbio do autismo, eles não compreendem muito bem o que dizemos e ensinamos para eles.  Têm dificuldades para fazer coisas que uma criança normal faria rapidamente. É preciso da nossa parte muita paciência, calma, perseverança, para conseguir ajuda-los.Pode durar anos, mas voce consegue.  Muitas mães com crianças me perguntam como foi que Filipe se desenvolveu e como é ter um filho autista adulto, vou contar então aqui:
Muitas pessoas dizem para mim, Filipe é uma criança grande não é? Respondo que não.Porque o que ele faz , uma criança não faz. Ele é todo independente escova os dentes sem eu mandar nas horas certas, escolhe o quer comer nos restaurantes no menu, come de garfo e faca. Faz a sua higiene sozinho. Escolhe os programas, as roupas para sair, enfim Filipe não me dá trabalho nestes quesitos. Mas não foi fácil chegar aqui , foi preciso ensinar por muito mais tempo e tinha dia que dava vontade de desistir. Mas perseverei, O Deus Todo Poderoso fez nossos cérebros humanos  perfeitos e superiores, lesa um lado a gente tem de buscar o pedacinho sadio que existe lá dentro.O pouco que fica faz esta parte.
Quando Filipe conseguir usar o banheiro a primeira vez? Com 5 anos, mas só com 8 anos se limpou sozinho  Antes disso fazia as suas necessidades no box do banheiro , eu recolhia jogava no vaso.
Até 6 anos eu dava comida na boca dele com colher.
Comeu sozinho com a colher aos 8 anos.
Comeu de garfo e faca com 15 anos.
Hoje faz até suco, de limão principalmente, porque gosta muito.
Lava a louça , quando peço, mas demora muito e gasta muito detergente ( Pouca louça), depois de escorrido guarda tudo pra mim.Não desisto Peço isso para ele saber, que é sua ajuda é importante para mim.Ele lava e corta as frutas que come. Seca o banheiro, quando termina o banho. Toma banho sozinho, lavando bem as parte íntimas e se seca  veste sua roupa.
Aprendeu a desabotoar aos botões da  camisa com 20 anos.
Aprendeu a pintar com 18 anos e sozinho em casa com 19 anos após eu comprar cavaletes, tintas e dar para ele fazer sozinho. Não me lembro quando ensinei a fazer buscas no google e a desenhar no paint.
Beijo ele muito e converso, e faço carinho, Filipe é um grande beijoqueiro deve ser por isso, quer dar beijinhos e aperto de mão até quem não conhece.Principalmente as moças das lojas do shopping que nem conhecem ele hehehe. Mas eu dou força pra ele dizendo --Ah se todos fossem assim como ele, não é? Delicado, gentil, amoroso, o mundo seria melhor não seria? Aí elas riem sem graça ..........
 Enfim fica a dica , nunca podemos subestimar nossos filhos autistas ,eles possuem também habilidades enigmáticas que voce pode ajudar a desenvolver, mas com toda calma do mundo, o tempo para eles é um e o nosso é outro.Eles são
  criação de Deus, com habilidades superiores e mais mais complexo que a aranha que faz teias fantásticas. Agora sonho com a pesquisa de Alysson Muotry nosso inteligente cientista brasileiro, que busca a  cura e a medicação  do neurônios autistas. Assim muitas autistas que vão nascer e os pequenos que estão aí , vão ter uma perspectiva de vida bem melhor..... Enquanto ele estuda vou continuar perseverando com Filipe, com muita fé que O Deus Todo Poderoso possa nos ajudar em toda nossa caminhada.
Um beijo doce para voces com esta torta de teia de aranha  !
Ray

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Dilma Rousseff não ajuda os autistas, torturados psicologicamente, porque não recebem condições de tratamento no Brasil!

PRESIDENTA DILMA ROUSSEF CHORA AO LEMBRAR DA TORTURA RECEBIDA NA DITADURA. NÓS MÃES DO BRASIL CHORAMOS, PORQUE NÃO EXISTE NO BRASIL MEDIDAS EFICAZES DE COMBATE AO AUTISMO. SOMOS TORTURADAS DIA E NOITE SEM ESPERANÇA E VIMOS ESTARRECIDAS A TO
RTURA SILENCIOSA E PSICÓLOGICA QUE SOFREM NOSSOS FILHOS COM AUTISMOS. A PRESIDENTA CHOROU E GANHOU INDENIZAÇÃO, SOFREU , MAS SE RESTABELECEU E NOSSOS FILHOS MULHER PRESIDENTA DILMA ROUSSEF? ATÉ HOJE O QUE VOCE FEZ EFETIVAMENTE PELOS AUTISTAS E SUA SAÚDE?








Pois primeira mulher Presidenta do Brasil Dilma Roussef Não Ajuda os autistas.Nunca vimos isso. Dilma é mãe, sabe o que é Gerar um Filho. E sabe como é dificil ter um filho com autismo. Presidenta Dilma Roussef , voce chorou ao lembrar da ditadura chorou ao lembrar da Tortura. Mas voce pode falar e até pedir indenização, que ganhou, por causa disso. Imagine agora um ser brasileiro autista que sofre calado , não por opção , mas por causa do autismo, sofre em silêncio com a falta de recurso de tratamento adequado, leis especificas e escola adequada.Sofre Presidenta.Sofre e muito, voce não tem idéia da desumanidade disso. ISSO É TORTURA, PSICOLÓGICA. TORTURA moral QUE NÂO TEM INDENIZAÇÃO, igual a que voce recebeu. TORTURADOS também estão os pais, que já não sabem o que fazer para ajudar os filhos.Queremos medidas efetivas já. Apoio a pesquisa do autismo, com a criação do Laboratorio de Excelência aos níveis de laboratórios internacionais. Temos o nossos cientista expert em autismo Alysson Muotri que já com sucesso comprovado, como a cura do neurônio autista . Nós mulheres , mães do Brasil queremos este cientista aqui para nos ajudar e dar esperança. CHEGA DE TORTURA! Ray Gonçalves Mélo

A importância da arte e ofícios para crianças com autismo!


 Eu considero de muita importância pais ensinarem algum ofício regularmente ao filho que tem autismo, pode ser, artes, pintura, como o caso do meu filho Filipe,  ou música, esporte, artesanato, outros...
Porque? Porque estas habilidades ajudam a criança ter estimulação extra sensorial.
Eles não podem reunir muitas informações ou ter percepções no ambiente em que vivem ou na escola e na rua , como as crianças normais fazem normalmente, por causa das dificuldades do seu desenvolvimento. Por isso ensinar com muita paciência, qualquer oficio que os pais percebam que a criança gosta, vai lhes dar esta chance de ter estas percepções.
Com isso os pais vão estar adicionando, mais uma entrada sensorial. Sem contar que se esta entrada for um oficio que ele goste, isto vai lhes dar mais calma e serenidade , além de se sentirem mais capazes. Quando eu elogio e beijo Filipe enquanto ele esta desenhando ou pintando , noto a satisfação e alegria que isto faz para ele.
Muitas vezes os professores ensinam arte na escola ate 5-6 anos depois vão parando........
Mas isto é uma atividade para a vida toda, como observei no meu caso que tenho um filho com autismo já adulto.
Agora mesmo é que ele precisa destas atividades. A estimulação sensorial precisa continuar. Porque ele não tem uma vida social como os rapazes da mesma idade, ocupados com tantas coisas. E também porque:
A voz de Filipe para o mundo está na sua arte. É ela que faz a comunicação dele com o mundo.
Esta entrada sensorial fornecida pelas artes de Filipe, acredito eu o tem ajudado a suportar a sua condição.Isso o tornou mais feliz.
Nada é impossível na arte, nela não há o certo ou o errado, pequeno, grande, feio, bonito, garatujas, rabiscos e apenas cobrir é arte. Então a gente compreende que para ela não há limite.
Conheço  uma autista na internet, que ficou famosa pintando com os dedos. Nem usou o pincel, fez o que ela sentiu vontade de fazer. Esta é a principal motivação, se sentir livre para poder soltar a arte que tem dentro de si,sem se preocupar se o outro vai gostar ou não. Importante é usar os recursos que possui, do jeito que quer e imagina, se gosta de pintar com dedo, pé, braço, com luva, com pincel, brocha, algodão, borracha, prancha, até com cartão de credito usado já vi. Pode e deve Tudo vale , tudo é permitido.
Consulte um arteterapeuta para ajudar nesta questão.
Enquanto eles estiverem entretidos com ofício, com o que estão fazendo, não estarão fazendo estereotipias, caretas, chupando o dedo, balançando a cabeça.
Este é um quadro pintado por Filipe, esta decorando o quarto de hospedes da minha casa.
Tenho certeza de que quando ele vê o quadro, compreende o quanto o amamos e damos valor para o que ele faz. Isso o incentiva, e fortalece suas estruturas interiores.
Eu orei muito ao Meu Deus Todo Poderoso que me ajudasse com Filipe e Ele lhe deu arte.
A arte para ser feliz. E o que Meu Deus Todo Poderoso fala para mim tá falado e pronto, vou seguindo, vou lutando, mesmo sem apoio porque o mais importante para mim é que meu filho seja feliz, nem seja com pouca coisa. As vezes o pouco se torna muito , se torna tudo. E vamos caminhando..........
Boa noite para todos!

 Ray Gonçalves Mélo

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

ASSINEM POR FAVOR O ABAIXO ASSINADO Abaixo paa trazer para o Brasil Alysson Muotry para dar continuidade a pesquisa da cura do autista.

Meus Amigos / Minhas Amigas, 

Acabei de ler e assinar o abaixo-assinado online: «Alysson Muotri e a cura do Autismo.» 

http://www.peticaopublica.com.

br/?pi=P2012N27595 
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N27595
Eu concordo com este abaixo-assinado e acho que você também pode concordar. 

Assine o abaixo-assinado e divulgue para seus contatos. Vamos juntos fazer democracia!

Obrigado, 
Raymunda Gonçalves Melo 


Assinando este abaixo assinado voce muda a realidade deste Brasil que eu vivi no passado.
Em 2012 voce faz a  diferença e a mudança!



Esta foto é meu Filipe bebê com 3 meses em 1983.
Aqui nesta época não se falava em autismo e os médicos nem sonhavam com esta palavra.
Hoje em 2012 a Sociedade não conhece muito bem o autismo, mas a Presidenta Dilma Rousseff conhece , o Congresso Nacional e o Ministro da saúde principalmente.
Se voce tem um filho autista desta idade , é hora de mudar o futuro dele com continuidade da pesquisa  a cura do autismo. O cientista Alisson Muotry  já descobriu a cura em laboratório. Falta descobrir a droga eficaz em humanos . E desde 2010 , Alysson Muotry já faz isso.
Se voce não é mãe ou pai de autista, assina também, ajude a dar ciência, dignidade e tratamento futuro para 2 milhoes de autistas.
Abraços. Ray , mãe de Filipe do site www.arteautismo.com e deste blog.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Arteautismo de Filipe agora virou Boneco para brincar!

Eu sempre gostei da arte de Filipe. Coisa de mãe coruja e de mãe que espera sempre visualizar os sentimentos , os desejos e sonhos de Filipe que tem autismo. Como já disse aqui a arte deixa Filipe solto para ser ele mesmo. Quando ele escolhe uma cor, eu sempre fico pensando : Será que  esta cor é o sentimento por dentro e como está o seu interior?
Busco maneiras de vê-lo se expressar com a pintura. Já disse aqui também o corredor que me leva até o meu quarto é cheio de quadros de Filipe. Ao olhar para eles, sinto meu filho, sinto sua capacidade. E vejo que estou tentando, tentando sempre ajuda-lo. Um dia ele pintou este boneco para camiseta. Pintou com tinta para tecido. Coloquei no blog. Mas pegando na camiseta , pensei porque não um boneco? Pedi para ele pintar outro.Escolheu de novo tinta vermelha. O menor ele diz: mamãe com seu jeito de falar e o maior é categórico: Filipe. Arte só Arte de Filipe são os bonecos.
Pedi para costureira recortar a pintura no tecido que Filipe fez, para  fazer o boneco e enchi. Tem fecho-eclair atrás para facilitar a limpeza.
 Então nasceu o primeiro boneco autista clássico do mundo. Pesquisei isto amigos para poder falar.Eu sei que desenhos de crianças normais virão bonecos, mas nunca vi de um autista.
Quando ficou pronto Filipe pegou e riu, deve ter pensado minha mãe é maluca.
Os bonecos ficaram no sofá e minha sobrinha de 3 anos brincou o dia todo com eles rs.
Filipe também gosta de pegar os bonecos também hehehe.......
Para testar mais ainda os bonecos, mostrei para duas crianças da minha vizinha. João e o Pedro. A idade do João é 3 o do Pedro é 6. João ficou entusiasmado e queria o boneco de qualquer jeito. O Pedro gostou  , mas não se entusiasmou muito.Achou o boneco meio estranho rs............
   Realmente não é um boneco bonito, embora eu o ache lindo. É um boneco arteautismo! Boneco arte.
Agora descobri o que Filipe pode fazer além de pintar; Bonecos autistas.
Crianças gostam de bonecos. E um boneco arteautismo?  Será que querem?
Isso poderia  ajudar as crianças a entender o mundo dos autistas e interagir com eles.
Ah gente desculpem, mãe coruja falando de novo........
Vamos aceitar encomendas, o dinheiro recebido é todo de Filipe,ele merece,se esforçou muito, não merece gente?
Ray.
Se voce quiser encomendar ,Filipe pode fazer, mande um e-mail  rayefilipe@gmail.com


Compromisso da Deputada Mara Gabrilli com o Centro de Pesquisa do autismo .

 Eu recebi este e-mail da deputada Mara Gabrilli , que é um compromisso para todos os pais de autistas. Ela aqui fala, que vai pedir uma posição oficial da Presidenta Dilma sobre criação de um Centro avançado de pesquisa do autismo no Brasil, com a continuidade da pesquisa do Dr: Alysson Muotry que já esta avançada , pois ele já descobriu a cura do neurônio autista em laboratório , eis parte do e-mail:

Quanto a criação de um "Centro de Investigação ao Autismo", projeto que está sendo proposto pela Raimunda Gonçalves Melo e pelo Dr. Alysson Muotry, já pedi a minha equipe para fazer solicitação formal ao Ministério da Saúde perguntando se há previsão do governo federal em criar um Centro nesse sentido. Aguardamos uma posição a respeito.
Contem comigo.
Atenciosamente,
Mara Gabrilli
Deputada Federal

E porque a Presidenta Dilma não se manifesta sobre o assunto? Vai esperar até quando? Até a gente cansar e esquecer? Até a gente se conformar?
Sabem porque o Governo Federal, o Congresso e o Ministro da Saúde do Brasil não se importa com o autista?
  Eles não reclamam, não fazem passeata, sofrem calados.E desamparados. Isto fere o estatuto da criança?
Fere ou não fere? Respondam Governo Federal, Congresso, Ministro da Saúde?
O Autismo diferente do câncer , da AIDS, Diabetes, Alzheimer,Esclerose Múltipla,obesidade,doença do coração,que estão sendo estudadas não recebe apoio para grandes pesquisas.No entanto AUTISMO É UMA CONDIÇÃO MÉDICA. Estas doenças citadas acima podem acometer as pessoas por um período de tempo, as vezes por toda vida. O Autismo é igual a elas. Só que clinicamente estável, por isso eles acham que não há emergência em cuidar. Pode esperar. Mas fica a pergunta: E o impacto do autismo na pessoa?
Pode se falar que alguns vivem no seu próprio mundo e outros são excêntricos.Mas a realidade é que é uma doença que vai para o resto da vida, alguns melhoram um pouco com tratamentos e por esforço dos pais.Mas alguns pais e mães como eu que tenho um filho com autismo clássico, não verbal,sabem que os filhos vão ser dependentes para o resto da vida.
Os pais e os autistas estão sós nesta luta. A gente já tá cansado de ser esfolados de um lado para o outro, tá exausto de lutar e  sofrer.E quando ajuda aparece que é a pesquisa do Alysson Muotry , não nos escutam. Se temos a chance de ver nossos filhos ficarem mais independentes e melhorar , porque não? Mas o Governo Federal não nos ajudam. Nunca ajudaram , até a lei de Amparo aos autistas esta lá para ser votada. Eles  Ficam calados. Mudos.Mas nós erguemos um grito!

PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, VOCE  NÃO PODE FICAR CALADA DIANTE DE 2 MILHOES DE AUTISTAS 10 % DA POPULAÇÃO E OS SEUS PAIS!
4 MILHÕES DE PAIS, SE TODOS OS AUTISTAS TIVEREM OS DOIS GENITORES.

Raimunda Gonçalves Melo , Ray

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Presidenta Dilma Rousseff esta é a realidade das mães de autistas no Brasil!

Presidenta Dilma Rousseff está é a realidade de muitas mães de autistas do Brasil.
Não dói seu coração?
O meu fica apertado quando olho para este jovem bonito aqui com sua mãe. O Lincoln.
Olho para Lincoln e penso como é difícil tratar o autismo no Brasil. Como é dificil ter escolas especializadas e tratamento cientifico.
Porque eu sei bem como é isso, meu filho Filipe é um rapaz autista.
Não dá mais para esperar Presidenta Dilma. Nossos filhos não podem esperar mais. E nós mãe estamos cansadas de não ter o que fazer para ajudar eles. Esta na suas mãos o nosso pedido. A continuidade da pesquisa do Biólogo Alysson Muotry, nosso pesquisador brasileiro que teve te ir embora para outro país, porque não encontrou aqui no Brasil quem incentivasse sua pesquisa e seu trabalho.
E nós como ficamos?
Essa mãe da foto Rosana com seu filho Lincoln, eu e mais mães de 2 milhões de autistas., estamos esperando por uma solução. 2 milhões de autistas.
Isto é números oficiais.
 E os casos não diagnosticados?  E aqueles que estão no anonimato da descrença?
Para mim, isto é epidemia.
Se não é Epidemia, qual é o nome disto?
Precisamos de um plano de ataque efetivo ao autismo.
Precisamos do Centro de autismo  com Dr. Alysson com a pesquisa da droga eficaz para usar nos pacientes. A cura em laboratório , ele já conseguiu.
Agora o Brasil precisa criar este Laboratório com equipamentos de ponta.
  Congresso Nacional, deputados , vereadores , todos devem ser pais e vão entender nossa causa.
Ajudem os autistas do Brasil.
Estou escrevendo Projeto Mães de autistas. Como mãe mostro as necessidades de nossos filhos. E quem quiser pode escrever pra mim dando sugestões no e-mail rayefilipe@gmail.com
Vou dar  o projeto para o Bigode, o Hilário acessor da Dilma. Falei com ele e ontem, ele respondeu meu e-mail.
Estou esperando por ele . E que O Bigode possa nos ajudar.
Alysson Muotry prepara o projeto científico do Centro de Estudos sobre o autismo. Ele espera  que o Governo Federal possa contata-lo . 
Vamos confiar......

Ray Gonçalves Mélo


 esta mãe Rosana precisa de ajuda leia toda a reportagem dela neste link http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1240008

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Mães de autista escrevam para a Presidenta Dilma.

Queridas mães e pais de autistas! Os pais e mães do Brasil tem papel importante  na vinda do Dr: Alysson para o Brasil. Voces vão fazer a diferença se escreverem para a Dilma. O Dr: Alysson como cientista fez a parte dele está empenhadíssimo em continuar fazendo.
Mas tudo sòzinho ele não pode. É preciso uma conscientização Brasileira para virmos o resultado. É preciso investimento nesta pesquisa e o Brasil tem condições de bancar isso.
Em 500 anos de descoberta do Brasil  esta é primeira vez que temos uma mulher na Presidência . Dilma é mulher e mãe. Esta é a hora certa de reivindicarmos justiça e saúde para nossos filhos autistas.
Este projeto que estamos tentando fazer só vai pra frente se houver um engajamento de todos os pais e mães que tenham filhos autistas, crianças e adultos, enviando e-mails para a Presidência da Republica, no intuito de sensibilizar as autoridades para implantação do projeto do Laboratorio de Pesquisa avançada tendo à frente  o cientista  Alysson Muotry.
 O site para falar com Dilma Roussef é: https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php 
aqui já tem o formulário de envio.
Pais Ajudem , sua colaboração é fundamental!

  Conforme viram na reportagem da revista Época, http://revistaepoca.globo.com/Saude-e-bem-estar/cristiane-segatto/noticia/2012/07/mae-inconformada-e-presidente2.html estamos lutando por um tratamento de ataque e digno aos nossos filhos autistas. Mas todos os pais dos autistas do Brasil estão envolvidos também!
 A criação de um Centro brasileiro Avançado de pesquisa sobre o autismo com colaboração e intercambio de cientistas do mundo todo.Uma luz brilhante no fim do túnel!
Temos o nosso Cientista brasileiro Dr: Alysson Muotry que comandará a pesquisa, porque ele já tem resultados comprovados com a cura do neurônio autista em Laboratório. Restando finaliza-la com a descoberta da droga eficaz em seres humanos.
Queremos pedir a Presidenta Dilma , mulher e mãe que crie este Centro com tecnologia de ponta para que tenhamos resultados satisfatórios num futuro próximo.
Dr: Alysson Muotry está disposto a colaborar com o Governo brasileiro.
Já é a hora do Governo Federal se sensibilizar com nossos autistas e entender a necessidade de se prover
Tratamento Efetivo para eles.
Poderia ficar uma pergunta: Será que autistas adultos poderia se beneficiar de uma pesquisa assim?
Porque Não?
Quem é que pode dizer que não?
É um desafio?
É.
A vida é feita desafios , o importante e não desistir!
 Alguém já viu o filme Óleo de Lorenzo?
Neste filme mostra a luta de pais que promoveram a cura de milhares de crianças.
Um Resumo:

"O Óleo de Lorenzo" é um dos grandes filmes de 1992. Uma história é mais que uma lição de vida, é uma lição de amor, carinho e afeto. Nada na vida é tão difícil quanto parece, mesmo parendo impossível qualquer salvação vale batalhar até o final. Hoje muitas crianças já foram salvas por causa do óleo de Lorenzo, uma mistura simples, que salva pessoas. Hoje em dia a doença já é praticamente inexistente. "O Óleo de Lorenzo" é mais que um filme, é um grande aprendizado."



    Além da Pesquisa de Ponta do Dr: Alysson , o Centro contará com equipes que irão ajudar os pais a entenderem os filhos autistas. Equipes multidisciplinares estarão presentes também.
São muitos itens que Dr; Alysson está elaborando para mostrar ao Governo Federal.
Nós pais podemos ajuda-lo enviando cartas a Presidenta Dilma, via internet ou correios reivindicando
a Criação deste Centro de Pesquisa de combate ao autismo.
Vamos implorar por nossos filhos pais queridos. Confiando em primeiro lugar no Deus Todo Poderoso !
Ray

Para entender melhor assista no rádio a reportagem muito bem explicada sobre este assunto na CBN com a brilhante jornalista Cristiane Segatto:

SEGUNDA, 23/07/2012

Cientista brasileiro consegue curar neurônios autistas em laboratóriohttp://cbn.globoradio.globo.com/colunas/cbn-saude-e-bem-estar/2012/07/23/CIENTISTA-BRASILEIRO-CONSEGUE-CURAR-NEURONIOS-AUTISTAS-EM-LABORATORIO.htm

Agora, ele e os familiares de autistas pretendem criar o primeiro grande centro especializado na pesquisa e no tratamento do autismo no Brasil.
Ouvir

sexta-feira, 20 de julho de 2012

A mãe inconformada e a presidente Dilma e a luta pela criação de um centro de pesquisa sobre autismo .

Oi Pessoal Boa Noite.
Desculpe por estar tão presente aqui no blog.
Mas hoje trago uma linda reportagem feita pela jornalista Cristiane Segatto. Ela fala de arte de Filipe e também de uma grande semente plantada para o projeto dos Inconformados com o autismo.
Eu sempre conversei com Dr: Alysson Muotry por e-mail e fico maravilhada como o profissionalismo e humanismo deste homem. Estava eu aqui no meu canto, disposta a esperar as suas pesquisas.
Mas a frase que ele citou dos inconformados, ascendeu minha esperança ,  de um grande laboratório no Brasil dando continuidade a sua pesquisa, com a colaboração de laboratórios internacionais.

Mas empolgada fiquei quando Dr: Alysson me disse que estava disposto a colaborar com este projeto.
Fui pensando nisso até que encontrei outra mãe inconformada com o autismo. Grazielle.
Mais antes leia a frase de Muotry:
Inconformados com o autismo , esta foi uma frase que li no blog do Dr: Alysson Muotry  , Eis um trecho que ele escreveu:

Mas são os inconformados que transformam nossa perspectiva e que fazem o mundo melhor. Acho que o quadro de autismo atual pede um plano nacional de ataque, a criação de um centro de excelência em autismo brasileiro, formador de profissionais qualificados e com pesquisada cientifica de ponta com colaborações internacionais. Será preciso reunir pais, políticos, terapeutas, médicos e cientistas inconformados e que estejam dispostos a lutar por dias melhores.


E eu vi esperança nesta descoberta, não agora mas quem sabe amanhã ou daqui à duas horas. Eu não sei o amanhã. Mas Acredito na inteligência que O Deus Todo Poderoso deu aos homens.
Escrevi cartas a Presidenta, coloquei textos aqui e conheci a Grazielle , mãe que orgulhosamente defendeu nossos filhos perante a Presidenta Dilma. E foi esta Mãe Grazielle que chegou no final da reunião e falou com a Presidenta Dilma. Esta mostrou-se solidária e pediu ao seu acessor Bigode, ( Hilário Cândido) que ouvisse Grazielle e suas prioridades referentes ao autismo. Este acessor o Bigode deu para ela um cartão com seu telefone. Grazielle então me pediu que falasse com o Bigode. Liguei para ele e conversamos várias vezes, Marcou de se encontrar comigo no Rio+20. Infelizmente não pode por causa da Agenda. Mas por telefone falou que a Presidenta Dilma é preocupada com o autismo. Este é um assunto muito sério para ela.
Quero entregar nas mãos do Bigode o projeto do Plano de ataque ao autismo.
Está nas mãos da Presidenta Dilma a esperança para nossos autistas.
Buscando jornalistas na internet que escrevem sobre saúde encontrei Cristiane Segatto, jornalista séria, renomada . Mãe e mulher e INCONFORMADA COM O AUTISMO. Ela escreveu uma materia muito bonita e emocionante  para a revista Época,online.
Muito Obrigada Cristiane Segatto por esta oportunidade e por plantar a primeira semente deste projeto Maravilhoso. Lindo Texto Parabéns!
Confira agora a reportagem escrita por Cristiane Segatto: http://revistaepoca.globo.com/Saude-e-bem-estar/cristiane-segatto/noticia/2012/07/mae-inconformada-e-presidente2.html
Um beijo a todos
Ray






terça-feira, 22 de maio de 2012

Mãe de autista interrompe Presidenta Dilma em solenidade e pede ajuda para os autistas, veja o vídeo e se emocione!

  Pesquisando sobre os autistas e suas prioridades encontrei este vídeo do ano passado, em novembro de 2011. Dilma discursa e fala que vai apoiar os deficientes e se emociona. Fico feliz de ver que a Presidenta Dilma tem sentimentos para com aqueles com necessidades especiais que precisam urgentemente ser amparados. Mas talvez ela não conheça de perto o autismo. Uma criança autista. Seu sofrimento silencioso.
 O sofrimento de seus pais, que se sentem impotentes diante dos seus filhos.
Na platéia os deputado federal Romário (PSB-RJ) e o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) levaram suas filhas ao evento - ambas têm síndrome de Down.
Romário e Lindbergh,  tem acesso a Presidenta e podem pedir diretamente por suas filhas, podem falar em particular com a Presidenta.
 Não sou contra isso. Eles têm sim,  que pedir  por suas filhas, correr atrás do melhor para elas e assim vão ajudar outras crianças que precisam da ajuda do Governo. Isto é até louvável!
Mas é os autistas? Que eu saiba, não conheço nenhum deputado ou deputada com filho (a) autista.
Mas do nada........
Uma voz na platéia , uma voz anônima, não se calou.Uma voz de mãe!
Ela  clamou por ajuda e bem alto, na hora em que a Presidenta Dilma esta sendo aplaudida por movimentos sociais e bajuladores de plantão!
Ela não se conformou e não se intimidou!
Não se preocupou se tava dando vexame ou passando vergonha.
Naquela hora o que fala mais alto era seu amor de mãe!
Se não tinha nínguém ali para pedir para seu filho autista, tinha ela .
E pediu pelo filho e por todos os autistas do Brasil!
 Pediu _PELO AMOR DE DEUS!  em um apelo desesperado!_Olhem pelos autistas.
Veja no vídeo o apelo desesperado desta mãe!
 Esta mãe é uma mãe consciente do seu amor de mãe e das necessidades do seu filho
Mãe que não se conforma!
Sua voz , foi de todas nós mães de autistas.
 Não há uma pesquisa cièntifica de ponta no Brasil sobre tratamentos para autismo, quando alguns pesquisadores fazem uma pesquisa com autistas, os indivíduos estudados são poucos. Não há  cientistas pesquisando a cura do autismo no Brasil. Temos Mega Cientistas como Dr: Alysson Muotry que em laboratório estrangeiro já descobriu a cura do neurônio autista, faltando agora descobrir a droga eficaz para ser usada. Muitas mães de autistas entram no face do Dr: Alysson  todo dia , em busca de novidades sobre a cura do autismo.
E ele sempre está lá confortando todas elas, que está trabalhando duro para isso!
Ele está fazendo a parte dele. E o Brasil?
Porque não temos no Brasil um laboratório de pesquisa como aquele que nosso cientista Dr: Alysson está pesquisando? Vários cientistas podem ser convidados.
Porque????????
E as politicas para o autista no Brasil? Quais são Sra. Presidenta Dilma?
A presidente se emocionou ao afirmar que a intenção do governo é dar ferramentas para que pessoas com deficiência melhorem suas vidas.
Se esta é sua intenção, vamos esperar!
MAS NÃODEMORA POR FAVOR!
Ray




quarta-feira, 16 de maio de 2012

O Silêncio dos inocentes autistas do tâo famoso BRASIL.

 O Brasil tá na moda , tá emergente, tá cheio de obras para  a Copa do mundo, para as olimpíadas. Tá na rota do turismo, dos espetáculos , show e e mídia. Famoso até na gastronomia. Ajudando todo mundo, até com a Grécia na questão financeira ,enviando tropas no Haiti. O Brasil tá no topo e não vai  sair  tão cedo deste foco mundial.
Entusiasmo não falta aos investidores neste novo país de todas as raças.
Mas no meio desta euforia toda, existem aqui inocentes e indefesos e frágeis autistas, sem nenhum respaldo do Governo Federal. Que não conseguem ver este Brasil verde amarelo.
Estão silenciados pelo autismo, pela falta de tratamento especifico.
Não existe um centro de excelência para tratamento de autistas aqui no Brasil. Conforme escreveu nosso grande cientista Alysson Muotry. Este centro poderia ser de excelência , formaria profissionais qualificados para o desenvolvimento de pesquisa avançada e qualificada e com colaboração de cientistas de vários mundos.
Mas quando este CENTRO DE EXCELÊNCIA VAI SER CRIADO?
Pelo visto NUNCA!!!!
Ele é uma sugestão do nosso cientista Alysson Muotry que está fora do Brasil. Está trabalhando para outro país. E a gente aqui no Brasil precisando dele da sua pesquisa. E não podemos te-lo!
Estamos de pés e mãos amarrados!
O verde amarelo tem até a solução, mas não há interesse na pesquisa a nível nacional.
Porque o autista NUNCA reclama.
O autista NUNCA vai reclamar, vai sofrer em silencio junto com suas famílias.
É um silencio dolorido, cansado de tanto esperar. Eu sinto isto na pele, já faz muitos anos!
Me sinto impotente como mãe!
Agora temos uma Presidenta Mulher.Dilma Rousseff .
   A Presidenta Dilma  é filha , mãe e avó. É mulher é mãe. E como mãe precisa entender o desespero de mães e pais de autistas que esperam soluções especificas sobre o tratamento de autistas.
Hoje na tv a Presidenta Dilma  se emocionou, chegando até as lágrimas relembrando os torturados na ditadura militar. Muitos destes torturados receberam indenização do Governo Federal.
E quem chora por nossos autistas, torturados, oprimidos, sililenciados pela falta de empenho do Governo de resolver a questão do seu tratamento e investigação do autismo? Quem indeniza?
E não adianta enrolar, criar comitês de investigação, equipe disciplinar. Isto Não Resolve. Já foram feitos e o que foi criado não resolveu  nada .
Precisamos de UM CENTRO DE EXCELÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO CIÊNTIFICA, séria para estas crianças. E de ponta, com toda aparelhagem necessária de laboratórios internacionais.
 E neste  láboratório que os cientistas vão pesquisar a causa da doença , as drogas que vão ser usadas no tratamento.Isto sim é seriedade e respeito pelo autista!
O Brasil pode ajudar seus autistas e autistas de outros países.
  Ele  tem muitos cientistas qualificados para isso. Nomes respeitados no Exterior, mas não aproveitados no Brasil. Eles vão para fora , porque o Brasil não tem interesse em suas pesquisas. Porque autista não fala , não reclamam, sofre em silêncio!
Posso falar isso porque tenho um autista aqui em casa, que não reclama . Eu é que tenho que reclamar por ele  e gritar.Estou sendo torturada, porque não tenho nada nas mãos para ajudar o meu filho.
Gente eu não me conformo, não cruzo meus braços. Vejo meu filho um autista adulto aqui no Brasil prejudicado pela falta de politicas sobre o tratamento do autismo. Ele cresceu e virou adulto esperando que o BRASIL pudesse lhe dar condições de tratamento específicos com investigação cientifica e sem muitos direitos civis.
Este pais maravilhoso da mídia é omisso quando se fala de autistas.
Tudo que meu filho Filipe desenvolveu , sua pintura e socialização foi em primeiro lugar  num Deus Todo Poderoso que me deu a luz e fé para crer e caminhar com meu filho.
É  insuportável  meu desejo de ajudar meu filho, olho dentro dos seus olhos, me dói por dentro por não lhe dar a resposta de ajuda necessária e esperança no futuro.
Muita coisa que nossos autistas tiveram de bom neste neste Brasil foi pelos pais de autistas.
Fontes de encorajamento, associações, livros, congressos. Mas isso é muito pouco em relação a severidade e incapacitação do autismo.
Senhora Presidenta Dilma , por favor vá num hospital universitário onde autistas são tratados.
Veja as mães com seus próprios olhos o seu sofrimento. Onde elas moram com estas crianças? Como é o tratamento desta criança? Que horas ela acorda para estar no hospital? Quantas horas espera pelo atendimento? Reflita,Sra. Presidenta Dilma.Como se sente esta mãe?
Respondo eu....
Eu me sinto muito mal, quando vejo meu filho ali sentado.
O que eu posso fazer por ele?
Me conformar?
Uma mãe nunca se conforma com o sofrimento do seu filho.
Nunca!!!

Que Brasil é esse?
 O Brasil que todo mundo vê no exterior e acha bonito?
Ser mãe e pai  brasileiros e pai de autistas, não é bonito, não!
É muito triste e sombrio!
Não tem cor!
Quem vai pagar pelo silencio do meu filho e dos outros autistas do nosso vasto Brasil?
Não me conformo.
Não aceito.
Deve existir um jeito do Brasil mudar , para ajudar todos os seus autistas.
O Silêncio deles  precisa ser visto pelo nosso Governo.
Beijo para todos autistas e pais deste  Brasil!
Ray



domingo, 29 de abril de 2012

Escolas especiais para autista. Pai grava em vídeo Bulling com seu filho autista.


   Quando vi esta reportagem deste pai, Stuart Chaifetz em Nova Jersey, resolvi compartilhar com voces o que ele passou.
O seu  filho de 10 anos com autismo começou a ter crises explosivas na escola e os profissionais da escola começaram a reclamar dele . O pai estranhou porque seu filho não tinha este comportamento em casa e ele não era problemático. Ele não tinha como obter mais informações do filho porque ele tem problemas na comunicação não saberia contar o que estava acontecendo. Desconfiado então ele colocou um gravador digital preso no corpo do filho. E assim pode saber toda a verdade. O pai relata: ____ ele estava atacando porque ele estava sendo ridicularizado, maltratado e humilhado.
O Filho sofria bulling na escola e o pai chegou a dizer que era muito difícil para este filho estar nesta escola. Confira aqui toda a reportagem e o vidéo. Foto de Stuart com seu filho
http://shine.yahoo.com/parenting/stuart-chaifetz-secretly-tapes-autistic-son-school-discovers-220500111.html



Eu acho que escolas especias tem de ter CÂMERAS de vídeo em todos os lugares e os pais monitorem isso. Com isso vamos obter mais transparência, responsabilidade e atendimento de verdade.
Por isso que eu digo, querer que nossos filhos autistas façam o tradicional de um aprendizado,não dá certo.
Eles tem seu próprio ritmo e para conseguir que eles cooperem NÃO vai  adiantar os mesmos ensinamentos  tradicionais.  Por isso o apoio não tradicional é o melhor. Em vez de ficar aprendendo a, b, c, d ou 1+1 = 2  Leve seu aluno com autismo para uma sala de aula com :Aulas com arte, pintura, escultura, desenho, grafite, dentro desta brincadeira ensine a matemática e a geografia ou outra matéria. Vou dar um exemplo, eu dou aula de arranjo de flores. Se fosse professora  numa classe autista , eu ensinaria um arranjo onde eu pediria para pegar 10 rosas + 5 gérberas + 3 orquídeas e 1 maço de folhagens. Ao terminar o arranjo, quantas flores eu usei? Quantas cores eu pedi?
Podemos fazer isso com qualquer tipo de arte. Quantas cores usaria o aluno ao pintar um quadro? Desenhar uma planície ou uma montanha isto é geografia. E por aí vai.Outra coisa calmante! Música, que faz bem ao cérebro isto é provado cientificamente. Escutar, cantar , compor...
Exercícios físicos também faz bem aos neurônios.Tudo isso faria a diferança numa escola especial de verdade para autistas.
Beijinhos e bom domingo para todos!
Ray

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Alimentação natural para o autista. Minha reflexão!

 Estava eu pesquisando na net sobre óleo de fígado de bacalhau que dizem ser bons para autistas e entrei no
site da Pat Feldman , que fala do óleo de fígado de bacalhau mas que a dosagem do mesmo deve ser dada por um médico. E andando pelo site dela vi, tantas coisas que era comum na minha vida de criança lá no interior de Minas Gerais.
Para lembrar: Crianças e adultos autistas, precisam de uma alimentação natural livre de químicas e até o fermento caseiro normal entra na lista por conter alumínio um metal capaz de causar danos ao organismo
leia aqui a receita na íntegra da Pat Feldman http://pat.feldman.com.br/2012/01/06/fermento-para-bolos/
 Lendo sobre o bicarbonato que lembrei da minha infância e da cidade que nasci Manhuaçu, em Minas Gerais . Foto acima de Jose Ricardo da Silva.
Lembrei -me do que comíamos lá  tem no site da Pat, e porque muita gente era saudável naquela época. Se adotasse-mos estas medidas hoje em dia não só os autistas mas as pessoas em geral iriam se benificiar. Se deu certo no passado , porque não hoje???
Na roça, ou interior onde nasci e cresci, não era comum ter bolos, muito menos recheados ou de chocolate como os de hoje. Muitos dos itens abaixo, como broa, biscoito de polvilho,curau de milho, brevidade eram servidos no café da manhã e lanche da tarde.
Nossas sobremesas  eram:
 Broa de milho, feita com fubá novo , rapadura, ovos caipiras.E as broas com o tal do bicarbonato de sódio da receita da Pat, mas pouco senão voce sente o gosto dele.
Curau feito com milho verde e bastante canela.
Brevidade, feita com polvilho.(no café da manhã e lanche da tarde)
Biscoitos de polvilhos fritos na banha do porco este de cima , ah que delicia.
Doce de mocotó de boi.
Batata doce assada na brasa.
Mel de abelhas: Meu tio colocava alguns caixotes distantes da casa e colhia o mel, gostoso e fresco que a gente comia com os favos.
Doces eram  feitos com açúcar mascavo, não tinha este açúcar branco de hoje, era doce de  goiabas maduras , de figo, mamão verde cortado em tirinhas feito lâminas,banana, coco, abóbora, leite, amendoim, arroz doce e canjica branca como coco, pé de moleque, quebra-queijo etc
O homem da roça aproveita tudo o que a terra dá e respeita a natureza. Eu lembro que, quando o mamoeiro parava de dar mamões, meu pai pegava o tronco, descascava e só aproveitava o seu interior a parte branca ,como  aproveitamos  do palmito. Ralava e fazia um doce, que era muito gostoso, parecia cocada.
 Fogão à lenha e panelas de ferro. Muita galinha com quiabo e angu foto acima tirada do site da Consul.
Uma fonte de água pura da nascente canalizada por um tronco de bambu nos fundos da casa parecida com esta aqui de cima .

O leite que eu bebia era de cabras. Meu pai tinha algumas, como também , galinhas no quintal , horta caseira com muita taioba,chicória,couve, cebolinha cheiro verde repolhos, berinjelas , quiabos.....Meu pai plantava café, aliás toda a minha família incluindo meus avós plantava café.
A gente não comia arroz todo dia , comíamos canjiquinha ( milho picado pequenininho )Foto.
A canjiquinha bem cozida e temperada com muito alho era uma delicia.
Não tínhamos geladeira como a maioria dos agricultores, o jeito era matar o porco, cozinhar e colocar em latas, inclusive a pele que virava torresmo quando aquecida. Ao colocar na lata com o óleo obtido do cozimento, se obtinha tanto a banha de porco, como a carne. E era muito prático para as donas de casa da época, com toda comida pronta era só pegar com escumadeira a carne e a pele que estourava  no fritura dando, grandes torresmos deliciosos. Garanto para voces que não precisa mais do que isso para comer com satisfação!(Ps: Só fiquei preocupada com a lata, se for de alumínio nao presta, melhor de vidros)
Hoje eu não como mais carne de porco, porque já vi pessoalmente muitas pessoas ficarem doente com ela.
E a gente tomava o tal de Scoth que era o tal fígado de bacalhau, a Pat Feldmam também fala dele. Não desta Emulsão de Scoth que eu tomava , que era horrível, mas , minha  mãe dava mesmo assim.Olha o link dela http://pat.feldman.com.br/2008/02/27/o-oleo-de-figado-de-bacalhau-por-quem-provou-e-aprovou/
E a gente sempre aprende que deve deixar os grãos de molho antes de consumir. iso vale para nosso feijao de cada dia. Deixe de molho de um dia para e outro e depois voce vai ver ele espumando. Era isso que ia dar na sua barriga em forma de gases rs.
Mas voltando lá pro meu interior tem uma farinha de milho que feita após vários dias de fermentação destes graos. Esta farinha é para fazer o pirão da mulher parideira. Asim que ela dá luz é feita a sopa da mulher parideira. E feita com galinha caipira gorda. Corta-se a galinha em pedaços e refoga com bastante alho e vai dourando aos poucos , depois de bem douradinha acrescenta bastante água e vai cozinhando lentamente no fogão a lenha.Tira um pouco só a banha da galinha dos pedaços , parece gorduroso, mas é assim que se faz. Quando pronto ,pega-se um pouco do caldo fervente e vai acrescentando a farinha até formar um pirão. Gente é muito bom, levanta defunto e recarrega energias. Tive 3 filhos e de todos comi  a tal sopa da mulher parideira. Honrei a tradição mineira uai. Atualmente só conheço em Minas precisamente em Divino onde vende esta farinha verdadeira. É a farinha do Arino. Minha tia quando vem ao Rio sempre traz pra mim. Eu e Filipe amamos. Como é um prato regional o resto da família não come, tem nojo. Eu acho bom porque sobra mais rs.
  Gente voces devem estar se perguntando porque fui falar da minha infância neste post, porque  segunda foi  o dia da Terra e também por ler a Pat Feldman dando dicas de alimentos saudáveis . E como o autista deve ter alimentados saudáveis, lembrei da minha infância que foi muito saudável.
Beijos para todos!
Ray

Gente desculpe nao ter visto a fonte de todas as fotos, se voce é o dono de algumas dela, escreve aqui para eu dar o crédito.

Para saber também mais sobre o óleo de fígado de bacalhau pesquisei isto escrito abaixo, para saber mais depois de ler vá para o link ver todo o resto:

Ao consumir o óleo de fígado de bacalhau, certifique-se de ingerir bastante cálcio. Sugiro, como fonte de cálcio, o iogurte natural integral. Esse detalhe é importante para a saúde dos seus ossos. Não faz bem aos ossos ingerir vitamina D sem ingerir cálcio suficiente.Na minha experiência, o óleo de fígado de bacalhau é um excelente suplemento. Por isso, minha dica é: converse com seu médico de confiança a respeito e verifique se esse suplemento é adequado para você.




sexta-feira, 20 de abril de 2012

Ator Chinês,Sunny Chan assume que o filho é autista e declara: "Meu filho é autista e não vou sofrer em silêncio!"

O ator de tv e vários filmes no cinema, Sunny Chan o Mr.Nice Guy da TVB, abordado por repórteres , admitiu que seu filho era autista e isso não era um tabu para ele. E ele não iria sofrer em silêncio, aceitar e admitir poderia ajuda-lo a obter ajuda do mundo exterior. Talvez especialistas de todo mundo , poderiam ajuda-lo a esclarecer o que seu filho tinha.Ano passado quando os repórteres descobriram a condição autista do seu filho de 4 anos,começaram uma perseguição em busca de fotos dele  para noticiarem no tablóide local . Sunny Chan e sua familia não tinham sossego.Ele chegou a fazer um boletim de ocorrencia policial para ver se eles paravam. A insistência e os flashs faziam as crianças da sua família  chorarem.Uma criança autista não gosta deste tipo de abordagem e se assusta. Sunny Chan sabia disso. Ele mora  com sua familia em Hong Kong um lugar pequeno, não há muita privacidade . Mas há  também a tal da liberdade de impressa em Hong Kong . Então Sunny Chan resolveu para o bem de seu filho, admitir publicamente, para evitar e desmotivar os paparazzi curiosos de perseguir seu filho ou filhos de suas irmãs afim de obter noticias e informações.
 Ele declarou:
 "Eu não desejo que meu filho seja assediado. No início, eu não estava em Hong Kong quando o paparazzi tirou fotos do meu filho. Eu não quero esse tipo de intrusão para assustar minha família. Se a imprensa quer publicar as fotos do meu filho, eu posso fornecer as fotos. Não é bom para assustar o meu filho! "

A divulgação pública resultou em menos assédio a sua família. Outra coisa positiva foi uma série de conselhos profissionais sobre as formas de cuidar de crianças autistas.
Com a divulgação, o ator pode abrir seu coração e ajudar tanto seu filho e a outras crianças com autismo.Quando uma celebridade divulga que tem filhos com autismo e age de forma positiva em relação a isso ele ajuda a população em geral ficar mais esclarecida sobre o que é o autismo e como lidar com os autistas e suas familias . Hoje em dia Sunny Chan está engajado em ajudar as pessoas a entenderem o que é o autismo e tem viajado para divulgar isso e neste link ele próprio fala do que passou e conta sua experiência, pena que eu não entenda o chinês para vê-lo contar. Mas mesmo assim, Confira aqui neste link  http://www.asiaone.com/News/Latest%2BNews/Showbiz/Story/A1Story20120122-323364.html





*****************************************************************************************
 Abaixo trecho da sua entrevista fornecida ao jornal Oriental daily .
 


R = Reporter; S = Sunny Chan
R = Se você não admiti-lo, talvez ninguém soubesse que seu filho é autista. Por que você decidiu divulgar o assunto?
S = Quando eu levá-lo para fora, as pessoas vão pensar que ele é uma criança teimosa, uma vez que ele funciona em todos os lugares. Eles vão naturalmente notar que ele tem um problema. Quanto ao porquê estamos dispostos a falar, esperamos que talvez existam pessoas que possam ser capazes de ajudá-lo. Nós somos pais normais e realmente não sei como cuidar de uma criança autista. Você pode dizer que ele é inteligente, estúpido e até mesmo preocupante. Sem um especialista guiando-nos, talvez meu filho não seria capaz de ler até hoje. Devemos encarar a realidade e não pode sofrer em silêncio, caso contrário ele não será justo com ele.

R = Você está muito preocupado com a condição de seu filho?

S = Se eu não estivesse preocupado, eu não vou ficar com ele durante todo o dia. Ele sempre foi diferente das outras crianças. Ele é anti-social e não confiar em outras pessoas facilmente. Por exemplo, se ele sabia que estávamos a comer carne hoje e você serviu-lhe porco, ele vai pensar que você mentiu para ele. Ele teimosamente se recusam a comer. Ele não recebê-lo no ensino e ajudá-lo. Ele vive em seu próprio mundo. Quando eu falar com ele, ele me ignora. Ele ignora até mesmo seus próprios pais!

R = Você o levou para a praia para ensinar-lhe palavras, tem havido algum progresso?


S = Tem sido muito melhor. Embora filha de minha irmã aprendeu suas palavras menos 2 anos de idade, meu filho não aprendeu até ele tinha 4 anos de idade. Quando o vi escrever o "fogo pessoa, grande, ea terra" personagens, eu estava assombrado.


Concluindo:
Em entrevista por telefone com o Diário Oriental , Sunny notou que seu filho autista não falar com ele, mas Sunny reservar um tempo para comunicar adequadamente com o seu filho, na esperança de melhorar a situação. , Disse Sunny, "Recentemente, eu não precisava filme e vai reservar uma hora por dia para gastar com o meu filho. Se o tempo estiver frio, vamos caminhar juntos. Se está quente, vamos nadar. Isso permite que o meu filho e eu para se comunicar em um nível melhor. "




Fontes desta pesquisa: http://www.jaynestars.com/news/sunny-chan-%E2%80%9Ci-have-an-autistic-son-and-will-not-suffer-in-silence%E2%80%9D/


http://tvbceleb.blogspot.com.br/2011/11/sunny-chan-tries-to-spend-more-time.html