Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Minha experiência com meu filho adulto com autismo, não é o fim do mundo sabia?

Eu vou contar uma historia  que aconteceu, aqui em casa........
Por muitos anos, aranhas de canto de armário, fizeram seu ninho bem no cantinho do meu armário perto da pia , onde lavo minha louça na parte exterior, não tinha como eu  não olhar para elas. Nunca gostei de aranhas, me dava nojo mata-las,então eu ia adiando dar fim a elas, e elas iam ficando , mas no final eu não aguentava  as eliminava. E foi assim , elas voltando e eu eliminando, isso por 15 anos, até que um dia elas pararam, elas não fizeram mais ninho lá, desistiram. O interessante é que as aranhas que se foram , não avisaram que ali era perigoso,para as novas que viriam. Elas aprenderam por si que ali não era um bom  local para se fixar e nunca mais tentaram se instalar ali.
Agora a pergunta: _ O que é uma aranha? Não é só um inseto com cérebro minúsculo, sem nenhum entendimento? Apesar de ter muita habilidade para tecer teias no intuito de pegar bichinhos para comer?
Porque iniciei com esta historia? Para mostrar que nossos filhos com autismo apesar de ter muitas dificuldades, pode aprender a ser independentes na sua vida diária.
 Por causa do distúrbio do autismo, eles não compreendem muito bem o que dizemos e ensinamos para eles.  Têm dificuldades para fazer coisas que uma criança normal faria rapidamente. É preciso da nossa parte muita paciência, calma, perseverança, para conseguir ajuda-los.Pode durar anos, mas voce consegue.  Muitas mães com crianças me perguntam como foi que Filipe se desenvolveu e como é ter um filho autista adulto, vou contar então aqui:
Muitas pessoas dizem para mim, Filipe é uma criança grande não é? Respondo que não.Porque o que ele faz , uma criança não faz. Ele é todo independente escova os dentes sem eu mandar nas horas certas, escolhe o quer comer nos restaurantes no menu, come de garfo e faca. Faz a sua higiene sozinho. Escolhe os programas, as roupas para sair, enfim Filipe não me dá trabalho nestes quesitos. Mas não foi fácil chegar aqui , foi preciso ensinar por muito mais tempo e tinha dia que dava vontade de desistir. Mas perseverei, O Deus Todo Poderoso fez nossos cérebros humanos  perfeitos e superiores, lesa um lado a gente tem de buscar o pedacinho sadio que existe lá dentro.O pouco que fica faz esta parte.
Quando Filipe conseguir usar o banheiro a primeira vez? Com 5 anos, mas só com 8 anos se limpou sozinho  Antes disso fazia as suas necessidades no box do banheiro , eu recolhia jogava no vaso.
Até 6 anos eu dava comida na boca dele com colher.
Comeu sozinho com a colher aos 8 anos.
Comeu de garfo e faca com 15 anos.
Hoje faz até suco, de limão principalmente, porque gosta muito.
Lava a louça , quando peço, mas demora muito e gasta muito detergente ( Pouca louça), depois de escorrido guarda tudo pra mim.Não desisto Peço isso para ele saber, que é sua ajuda é importante para mim.Ele lava e corta as frutas que come. Seca o banheiro, quando termina o banho. Toma banho sozinho, lavando bem as parte íntimas e se seca  veste sua roupa.
Aprendeu a desabotoar aos botões da  camisa com 20 anos.
Aprendeu a pintar com 18 anos e sozinho em casa com 19 anos após eu comprar cavaletes, tintas e dar para ele fazer sozinho. Não me lembro quando ensinei a fazer buscas no google e a desenhar no paint.
Beijo ele muito e converso, e faço carinho, Filipe é um grande beijoqueiro deve ser por isso, quer dar beijinhos e aperto de mão até quem não conhece.Principalmente as moças das lojas do shopping que nem conhecem ele hehehe. Mas eu dou força pra ele dizendo --Ah se todos fossem assim como ele, não é? Delicado, gentil, amoroso, o mundo seria melhor não seria? Aí elas riem sem graça ..........
 Enfim fica a dica , nunca podemos subestimar nossos filhos autistas ,eles possuem também habilidades enigmáticas que voce pode ajudar a desenvolver, mas com toda calma do mundo, o tempo para eles é um e o nosso é outro.Eles são
  criação de Deus, com habilidades superiores e mais mais complexo que a aranha que faz teias fantásticas. Agora sonho com a pesquisa de Alysson Muotry nosso inteligente cientista brasileiro, que busca a  cura e a medicação  do neurônios autistas. Assim muitas autistas que vão nascer e os pequenos que estão aí , vão ter uma perspectiva de vida bem melhor..... Enquanto ele estuda vou continuar perseverando com Filipe, com muita fé que O Deus Todo Poderoso possa nos ajudar em toda nossa caminhada.
Um beijo doce para voces com esta torta de teia de aranha  !
Ray

11 comentários:

  1. Durante alguns anos, amiga, "criei" aranhas no quintal, especialmente sobre a churrasqueira e numa velha aroeira. Meu filho cresceu observando suas diferentes teias. Estudamos e classificamos todas as que surgiam, e cada teia era direfente. Tinha até uma espécie, grandona, que fazia um casulo no canto superior da teia. Aprendemos que elas constroem suas teias de acordo com a previsão do tempo, sabem se vai chover, ventar, esfriar, fazer sol. A posição e a distância entre os fios fornece até a velocidade dos ventos que ainda estão por vir. E sua teia é tão forte, que cientistas estudam sua composição para produzir materiais super resistentes. Aranhas foram a primeira ligação do meu filh com o mundo externo, e ainda matam o mosquito da dengue. Amo aranhas, amei suas histórias. Você é nota 9,9. 10,0 eu dei para o Felipe.

    ResponderExcluir
  2. Manuel Gil, fiquei muito feliz com seu comentário e com ele aprendi mais sobre aranhas. Eu não gosto de aranhas porque sou da zona da mata em Minas Gerais e lá tinha muita aranha carangueijeira , que me dava pavor. E tinha fobia mesmo, só passou o dia que meu filho mais velho , Paulo, matou com o dedo aquelas aranhas pernudas de dentro de casa, eu então tive de lavar o dedo dele e entrar em contato com a aranha esmagada kkkkkkk aí passou. Mas hist´rias a parte elas de certa forma ajudaram voce e eu a ajudar nossos filhos com autismo.Voce com sua perspicácia soube mostrar o valor que elas tem. E nossos filhos são muito mais valiosos que uma aranha obra do Criador. Treinar uma criançã com autismo é muito dificil , mas nao impossível. Umas das coisas mais difíceis é dar limite, a birra é triplicada, exasperante , mas cede se a gente continua com O Não. O Não é que forma as crianças normais para não se machucarem, e o Não define o caráter da pessoa. Mas o Não da mãe do autista é doce, porque a vida já lhe disse muitos NÃOS, o nosso é muito amoroso é para educar, dar indepedência. Obrigada Manuel Gil pela visita, volte sempre com suas histórias aqui no blog eu aprendo e todos nossos visitantes. Beijo no seu filho. Ray

    ResponderExcluir
  3. Amiga, Grandes venturas que conseguiu com Felipe, nunca desistir é importante e o amor também opera milagres e vêm-se os resultados.
    Felipe criou bastante autonomia.
    As pesquisas da ciência pode ser que abram caminhos para o futuro, principalmente quando se descobrir a parte afectada, o tratar-se de um espetro não vai concerteza completar todos os casos.
    E mesmo a plasticidade cerebral na idade adulta não é tão moldável...
    beijinhos para ti e Felipão:)

    ResponderExcluir
  4. Oi Mina, querida, saudades querida de voce e Bruno.
    Realmente Filipe se vira sòzinho, mas eu coloquei as idades para as mãe verem que não foi tão fácil assim. Mas o importante é o objeivo alcançado graças à Deus!Voce precisa de ver o gurda roupa dele é o mais organizado da casa. Ele guarda tudo nos lugares certos. Não dobra muito direito, mas para mim está muito bom, velo colocar sua camisa no cabide, beber sua água quando tem sede e até roubar cafezinho escondido , me dá alegria. Aqui ele manda na casa , absoluto em tudo, sabe onde tá tdo rs , meu urso apesar de tudo é a alegria da minha vida . Beijos Mil em voce e Bruno. Olha o novo estudo do Alysson mostra que o medicamento usado na pesquisa reverteu o danos do autismo nos neurônios, fazendo-os se comportarem normalmente , mesmo nos adultos. Uma esperança e tanto! Ray

    ResponderExcluir
  5. Olá Ray e Filipe!

    Fico muito feliz ao ler as suas palavras Ray. Não foi fácil. Não é fácil. Mas é tão gratificante vê-los a evoluir e a crescer fruto do nosso amparo, dedicação e carinho.

    Beijos Ray e Filipe :)

    ResponderExcluir
  6. Sim Mário querido amigo é uma conquista de dia a dia! Muito Obrigada pela força. Ray

    ResponderExcluir
  7. Preciso de sua ajuda estamos montando um grupo que se reuni para debater sobre melhorias para nossos filhos trocando experiências e com isso dúvidas vem surgindo como a de uma mãe que conseguiu assegurar seu filho com um benefício a mesma arranjou um emprego de meio turno com Carteira assinada , só que o Assistente social que acompanhou o caso desse a ela que se descobrisse que ela estava trabalhando o filho dela perderia o benefício, Como funciona já que o filho dela tem apenas 6 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida(a) não sei quem voce é pois não se indentificou.
      Se o grupo for do Rio de Janeiro eu posso participar. Eu acho também que mães e pais de autistas, precisam de noivas leis trabalhistas.
      E muito caro pagar uma babá ou cuidadora que a gente nem sabe se vai tomar conta direito. Ou no caso da sua amiga que leva o filho com autismo para o trabalho. Precisamos pressionar o Governo Federal que nós precisamos cuidar dos nossos filhos e ao mesmo tempo trabalhar para sustenta-los. Estamos na luta para que no Brasil Tenhamos a pesquisa do autismo com o pesquisador de ponta Alysson Muotri. Se conseguirmos isso, vamos trazer um novo olhar para os autistas do Brasil. Qualquer coisa me escreva rayefilipe@gmail.com Ray

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Ray
      Este poste foi mais uma luz ao fundo do túnel para uma avó sempre preocupada com o seu Jão por ainda não falar mas há que saber esperar e não desistir.
      Os pais embora separados não me parecem desistir e eu e o avô fazemos o melhor que o coração nos diz.
      Beijinhos Ray e Filipe

      Excluir
    4. Oi Isabel Santos, amiga querida além mar. NUNCA DESISTA. O João vai falar. Filipe esta falando aos poucos agora e eu sempre esperei isso. Com muita alegria estou vendo aconter . E olha as pesquisas da cura com Alysson Muotri tá muito adiantada,
      por certo vão chegar com fé em Deus até para Filipe, imagina então para o João?
      Fé querida e continue perseverando. Beijos mil para o João ! Ray

      Excluir