Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

quarta-feira, 3 de março de 2010

AUTISMO: A ESCRITA E A ARTE.

Desenhos de Filipe na sua visão.1 peixes  2 flores e 3 cavalo.
Observei um trabalho muito bem feito de TCC de Wanda Pereira da Unicamp como o titulo: O DESENHO E SUAS RELAÇÕES COM A LINGUAGEM ESCRITA EM ALUNOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA MENTAL.


Observei que sua pesquisa vieram reforçar o que tenho observado intensamente na pintura de Filipe. A pesquisa nos ajuda a entender melhor a arte das crianças com deficiências. O seu TCC nos traz alguns livros de referências bem interessantes que nos ajuda a entender todo este processo.

O TCC surgiu depois de observarem que as crianças com deficiência em alguns momentos, desenhavam em vez de escrever.

A autora também observa que existe uma escassez de estudos sobre este tema.

Para Vigotsky , médico, advogado, precursor de Piaget e das inteligências emocionais.Pesquisou e escreveu vários livros sobre psicologia, literatura e deficiência física e mental de crianças.

Ele nos diz: Que o desenho deve ser interpretado como um estágio preliminar do desenvolvimento da linguagem escrita. Estágio este estendido mais do que uma simples antecedência temporal.

Autora diz que embora o sua pesquisa esteja baseado em crianças deficientes é importante lembrar que ela não é apenas receptora mecânica de conhecimento que outros possuem, sem nunca ter participado em nenhum saber. É preciso considerar que esta criança tem o seu próprio saber. É um ser que age, decide e pensa pelos seus próprios meios.

Neste ponto concordo plenamente com a autora , o saber e a arte de Filipe é única, porque vem do seu do seu potencial próprio, sem a interferência de outros. Foi sempre apostando nisso que o incentivei com a arte . Busquei ajudá-lo internamente como pessoa. Acredito também  que se autismo lesa de um lado , temos de buscar um atalho para novas conexões, para um novo ser, que se reestrutura pela sua capacidade criativa e cognitiva. Se Nosso Deus Verdadeiro nos fez de um modo maravilhoso e Espantoso porque não acreditar nesta regeneração de neurônios?

A tese de (Vigotsky 1989) é justamente esta: Que a criança cujo desenvolvimento tem sido complicado por um defeito , não é sensívelmente  menos desenvolvido que outra normal. É uma criança desenvolvida de outra forma.

Vigotsky via a criança com deficiência , não na forma quantitativa , mas qualitativa, por ela apresentar em cada fase sua de desenvolvimento uma peculiaridade qualitativa. Uma estrutura especifica do seu organismo e desenvolvimento

Reily em sua dissertação de mestrado,cita que há uma estreita ligação entre o desenho e a escrita. Ambos são meio de expressão e comunicação, determinadas por habilidades próximas do pensamento simbólico.O desenho todavia possibilita uma leitura que ultrapassa a linguagem individual de cada um, ao passo que a escrita é dependente da linguagem. Reily 1990:66

Para entendermos melhor a citação de Reily , em entrevista a professora Angélica Albano Moreira afirma: No desenho tudo subsiste ao mesmo tempo. `` Em apenas um olhar, você exerga tudo. Já no texto escrito você tem que ler palavra por palavra para poder entender´´

Daniel Widlöcher psiquiatra, doutor em psicologia e psicanalista. 1971(p.77) Observa que : Historicamente a escrita nasceu de um encontro entre a coisa desenhada e a escrita .

Enfim neste estudo temos elementos suficientes para confirmar que arte é essencial para os autistas porque antecede a linguagem. Ela vem no primeiro plano para trazer uma linguagem falada ou interna.

Convém resaltar que se a criança autista tem uma linguagem interna , poderá expressa-la pela arte.

Tenho observado em Filipe que a arte pode lhe dar mais este suporte.

E então? Porque não acreditar no potencial artístico de seu filho autista? Dê a ele a oportunidade de se expressar deste modo. Acredite . Confie e tenha paciência!

Uma boa semana à todos!

Ray
 Livro que recomendo: Armazém de imagens de Lucia Reily.

***************************************
Fontes de pesquisa:http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:bi_xWRimuSUJ:www.fe.unicamp.br/etd/include/getdoc.php%3Fid%3D996%26article%3D346%26mode%3Dpdf+O+DESENHO+E+SUAS+RELA%C3%87%C3%95ES+COM+A+LINGUAGEM+ESCRITA+EM+ALUNOS+PORTADORES+DE+DEFICI%C3%8ANCIA+MENTAL.&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEESiqtROmkVYjKuttC1hx_W63OknRCY1aiZZYJhdL-BTPvIlXRl2J8P9eUTdA4wLYefdrdy3EmdP8v_iAZRCTukYFs9M2q4gVya_Jm7odspPvBLPGT_mdQtAZX0TAeb6-NSaTmCPd&sig=AHIEtbRpmRLX_0Xx9Hn8rNpsvEP1UM1vjw