Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

sábado, 24 de abril de 2010

Um autista pode vir a ser um artista com a água?

 Amigos (as) convido à  todos a conhecer , Dr: Jorge Márcio , um grande lutador pela causa autista.
Leiam seu texto lindo!

Um autista pode vir a ser um artista com a água?
"O inconsciente molha aqueles de dele se embriagam... mutuamente." (Jorge Márcio d'aprés Felix Guattari)
“Me instigaram estes dias a escrever sobre minhas experiências clínicas com os AUTISMOS. E a minha lembrança/saudade retomou o tempo em que implantava um Serviço de Psiquiatria infantil no quase desértico, pelo clima já diferenciado naquela época, e excluído, pelas comunidades desfavorecidas que o cercavam, o bairro de Bangu, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, na década de 80.
Leiam o texto integral no blog - http://infoativodefnet.blogspot.com/2010/04/um-autista-pode-vir-ser-um-artista-com.html
Este texto é uma homenagem ao DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O AUTISMO - Escrito  pelo psiquiatra Dr: Jorge Márcio,  no Dia 02 de ABRIL,...... e ao jovem A, assim como o filho de uma amiga, Murillo e os muitos que estão fazendo ARTES por aí, mundo afora e mundo adentro...

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Um modelo de escolas para autistas para ser copiado no Brasil

  Esta semana finalmente fatigados com a escola de Filipe , resolvemos eu e meu marido tira-lo da escola . A muito tempo estamos insatisfeitos com o trabalho deles.  Mas a gota d´agua foi Filipe passar um mês e meio sem ir à escola e ninguém de lá ligou para saber o que estava acontecendo. A psicóloga encontrou meu marido no supermercado quando Filipe estava internado. Ele voltou para casa e mesmo assim não ligaram. Fiquei estarrecida . Que escola é essa que não se importa com a saúde e o bem estar de seu aluno? Cadê o humanismo, qualidade essencial para tratar um autista?  Bem, não quero falar mais disso porque me dá uma revolta. E não quero sentimento ruim no meu coração. Agora Filipe vai ter várias atividades e um professora particular. assim fico mais tranquila.
Procurando pela escola ideal na net , fui longe lá em Singapura  e achei  blog da  professora Cordelia , que sempre está buscando ter mais conhecimento para ajudar seus alunos autistas. Este é seu blog  http://autismabroad.blogspot.com/ Ela nos mostra em sua viagem o modelo que muitas escolas deveriam ter para autistas aqui no Brasil. E essa escola deveria ser criada pelo Governo. Pois ela precisa ter todas as atividade e espaços necessários. Cordelia  nos mostra isso em em Singapura .
  Terça-feira 29 de dezembro de 2009    Pathlight Escola
(Minha visita a Pathlight School, a escola autismo primeiro em Cingapura, foi ainda melhor do que eu esperava! Como mencionei anteriormente, Pathlight é um lugar bonito, de muitas maneiras:
Pathlight escola é também abriga o escritório central do autismo Singapore's Resource Center (ARC))

O pátioprincipal. Aparentemente, o arquiteto da nova escola estudou o que pode fazer para ser esteticamente agradável para as pessoas com autismo e criar um projeto  simples, estruturado, organizado.
 A escola posui um lindo jardim e uma horta integrados. Um convite para os autistas entrar em contacto com a natureza. Veja  abaixo o pátio projetado para que eles possam ter muito conforto e praser em estar nesta escola.Uma das salas de aula, ampla e arejada.Pathlight Café, a cafeteria, onde os alunos mais velhos (13 anos e acima) ajudam a preparar os alimentos ppara os mais novos.Observe como os alimentos são oferecidos de uma formal visual para que eles façam a escolha.
Aqui alimentos de SingapuraPasso-a-passo as instruções visuais (crianças com autismo tendem a ser aprendizes visuais) em cada estação para preparar os alimentos e equipamentos de limpeza. Eles praticam com as instruções detalhadas e trabalhando de forma independente para se preparar para o empregoA padaria de novo! Os estudantes vêm aqui para aprender a fazer doces e bolos. As aulas são ministradas por um padeiro profissional. Os alunos esperam vender suas criações para o público em geral em um futuro próximo!

DJ estação na área de descanso do almoço /. Os estudantes podem enviar seus pedidos de música e dedicatórias para os alunos mais velhos ! Que maravilha!
Programa de Intervenção Precoce (EIP) ... para os mais pequenos. Muitas das estações para fazer uma variedade de atividades divertidas. Eles tinham até uma sala de ginástica enorme para a classe de ginástica, ensinada por um ginasta profissional Esta foi a sala que mais gostei. É isso que busco para nossos autistas. Arte para seu desenvolvimento.
Esta é:
Pathlight Store, onde obras de arte dos alunos é impresso em camisetas, feita em revistas e post-its, emoldurado e vendido!  A venda doProduto ir diretamente para o designer do estudante. Isso encoraja aqueles que têm uma paixão e talento para a arte de perseguir isso como uma carreira.


Onde fazem exercícios Lindo campo gramado, estimulante para eles!

 Enfim, foi muito bom conhecer esta escola e saber que em algum lugardo mundo, pessoas humanitárias estão  preocupadas com o bem estar deles.Pathlight situa-se entre duas escolas públicas. Durante o almoço, os portões entre as escolas estão abertas para permitir aos alunos  se misturarem. Embora seja difícil para crianças com autismo a interagir socialmente com os seus pares com desenvolvimento típico, a mistura física facilita estas trocas.


Cordelia, amei conhecer seu trabalho,  realmente fiquei espantada com a qualidade de Pathlight. Parabéns  por nos mostrar tudo isso e por estar  preocupada em dar o seu melhor para eles.
Um beijo.
Ray
Para saber mais desta escola visite http://www.pathlight.org.sg/
Crianças com um QI inferior a 70 freqüentam Eden School  http://www.edenschool.edu.sg/ (Anteriormente conhecido como o autismo Cingapura Escola).

terça-feira, 13 de abril de 2010

A cura do autismo.

 foto: desenho de Filipe no paint.
  Eu li no blog da querida  Amanda Bueno http://caminhosdoautismo.blogspot.com/2010/04/projeto-genoma-autismo.html que no futuro o autismo pode ser curado. Leiam na integra no Blog da Amanda. Ela fez uma pesquisa fantástica
  (Um resumo diz: Cientistas da Universidade de São Paulo (USP) ligados ao Projeto Genoma estão fazendo pesquisas para compreender o funcionamento dos neurônios nos portadores da síndrome de autismo. Os pesquisadores já conseguiram decifrar três genes relacionados à ocorrência de autismo.  Conforme a bióloga Maria Rita Santos e Passos Bueno, do Centro de Estudos do Genoma Humano (Departamento de Genética e Biologia Evolutiva - Instituto de Biociências), "já há um consenso internacional de que o autismo depende de fatores genéticos. Acredita-se que há vários genes que possam estar associados ao autismo".)
********************************************************************************
 Eu sei que existem muitas pesquisas neste campo, que ainda não foram concluídas , mas declaram estar perto. Fico muito feliz por isso,  pois vai beneficiar as crianças autistas que vão nascer e as pequeninas. Isso evitaria muito sofrimento!
   Mas fica a pergunta que não quer calar:
Como fica os autistas que ja cresceram e já são adultos? O que já viveram e passaram , seria anulado, caso ainda possam se beneficiar desta terapia? Eles melhorariam de verdade?
Como ficam eles neste contexto?
 O autismo é um jeito diferente de ser .  Uma indentidade assumida pelo seu portador.
 Vejo como deficiente as pessoas que discriminam os autistas. Que dão desculpa para não chegar perto deles , não puxarem conversa . Isto sim é uma deficiência.
 Uma mãe Inglesa , Casdok  nos diz sobre isso em  .http://motherofshrek.blogspot.com/2010/01/hypothetical-cure-question.html
********************************************************************
  (Então o que nós realmente entendemos por cura? Para fazer com que alguém obedecer? Para ser socialmente aceitável? Assimilados pelo coletivo?!
Porque a sociedade não pode aceitar que todos são diferentes?
A viagem para a aceitação é diferente para todos, como cada um de nós temos nossos próprios problemas para lidar com o que tenho visto alguns pais ficam presos em diferentes fases (principalmente a raiva). E como uma sociedade que demorar ainda mais, como vimos, com diferenças de etnia, gênero, etc A diversidade é ignorada dentro dos grupos e produzir estereótipos que podem reforçar o preconceito ea discriminação. E assim por diante.
Sim, a vida tem sido muito difícil, por vezes, para C e assim por sua vez para mim. Mas há também muita alegria.
Desde o primeiro dia C começou a bater a cabeça (ele mesmo faz isso quando está feliz) Eu tenho procurado maneiras de dar-lhe outros meios para se comunicar. Ele teve uma intervenção precoce. Fui para as melhores escolas que eu poderia encontrar e tem sido uma equipe especializada Desafiando Comportamento. Eu continuo a procurar maneiras de ajudar C comunicar sem se ferir. E fazer as pessoas se há em torno dele que entendê-lo e quer apoiar e ajudar-lhe. E C continua a mostrar o progresso no seu próprio ritmo. Aceitação não significa não fazer nada.
Todos nós lutamos, às vezes. Ninguém é verdadeiramente independente. C tem uma qualidade de vida mesmo com um comportamento desafiador grave. Que é o que eu tentei mostrar através de blog, em vez de "sopro rosas".
Educação é a chave. Não só para os nossos filhos para ajudá-los a alcançar seu potencial, mas a sociedade como um todo, a sensibilização como um dos maiores problemas que vejo é a forma como o autismo ver muitas pessoas.
É uma vergonha que esta questão hipotética divide a nossa comunidade.
*************************************************************
Este post é para não ficarmos ansiosos demais com o que nossos autistas  vão estar quando os cientistas obtiverem a cura. Nada vai mudar para nós pais. Nosso amor é o mesmo!
 Nosso respeito continua o mesmo e até aumenta em verem a coragem que eles tem em viver num mundo onde muitos não os entendem.
      quero ressaltar que não sou contra as pesquisas e nem poderia. Sou contra o desânimo enquanto ela não chega .
Sou a favor de que agora e sempre, aceitemos e amemos nossos autistas do jeito que são!
Ray

quinta-feira, 1 de abril de 2010

2 DE ABRIL de 2010 , DIA DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO.

Ano passado eram 67 milhões de autistas em todo mundo. fonte: http://www.caras.com.br/edicoes/806/textos/yoko-ono-obra-pelos-autistas/
E neste ano quantos serão? Quantos pais de um ano para cá receberam o diagnóstico do autismo?
É preciso uma verdadeira Conscientização de governos e das pessoas em todo o mundo. Precisam os governos de capacitar médicos para diagnosticar precocemente o autismo em bebês. Autistas precisam também de educação adequada, tratamentos multidisciplinares, emprego,socialização.
MAS NÃO TEÊM NADA DISSO!
Porque muita gente não sabe o que é autismo. Não sabem como lidar ou se relacionar com eles.
É preciso saberem que este jeito diferente de ser é uma faceta particular destes seres humanos. Não agem assim por falta de educação , mas por uma grande dificuldade de interação.
Será uma doença , se não os compreende-los. Será uma prisão se não lhe abrirmos a porta da aceitação!
Apesar de um autista não encarar nos nossos olhos , ele nos vê. Gosta de ser cumprimentado, elogiado, aceito.
Que custa um Oi para um ser autista? Mesmo que voce não receba a resposta?
Significa : Respeito , bondade e empatia.
Existe agora na sua vizinhança , comunidade, cidade , país , uma criança ou um adulto autista. Olhe para ele (a) de agora em diante com mais dignidade, pense como deve sofrer por ser diferente , por não ter a compreensão da sociedade.
Sorria para ele (a).
Voce com certeza está aprendendo a ser um humano melhor com este ato.
Dia 2 de abril .Este dia da conscientização do autismo, deve ser todos os dias.
Pense nisso com carinho........


Aqui uma poesia de uma mãe de lindo rapaz , o Bruno que por sinal nos tem muito a nos ensinar.
Mina do blog  http://asperger-eu.blogspot.com/  de Portugal nos ensina com sua leitura e observação o que seu filho Bruno sente.
************************************************
Mergulhado na imensidão...

De um qualquer clima, ou constelação...
Sinto-me a vaguear
Nas nuvens a baloiçar...
Há procura de encontrar a perfeição...
Às vezes sinto-me alheio.
A pensar!..A pensar!...
Naquilo que me faz Feliz.
O tempo que faz, ou vai fazer.
Dependo dele para viver...
As pessoas não me entendem.
Porque falo do tempo.
O "tempo" todo...
Nem sabem o que sinto.
Quando me fecho no meu casulo...
E não estou para ninguém...
São momentos só meus...
Que gostava que entendessem...
Este mundo é de todos
E eu faço parte dele
Não são dois mundos diferentes.
Este também é o meu.
A diferença está em aceitar-me,
Exactamente como sou.
Um ser humano IGUAL

P'ra AMAR e RESPEITAR
Da mãe Mina para Bruno V.
Com milhões de beijinhos para todos os Portadores de PEA, e suas famílias
Lembrar que é o dia internacional da consciencialização do Autismo