Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Minha experiência com meu filho adulto com autismo, não é o fim do mundo sabia?

Eu vou contar uma historia  que aconteceu, aqui em casa........
Por muitos anos, aranhas de canto de armário, fizeram seu ninho bem no cantinho do meu armário perto da pia , onde lavo minha louça na parte exterior, não tinha como eu  não olhar para elas. Nunca gostei de aranhas, me dava nojo mata-las,então eu ia adiando dar fim a elas, e elas iam ficando , mas no final eu não aguentava  as eliminava. E foi assim , elas voltando e eu eliminando, isso por 15 anos, até que um dia elas pararam, elas não fizeram mais ninho lá, desistiram. O interessante é que as aranhas que se foram , não avisaram que ali era perigoso,para as novas que viriam. Elas aprenderam por si que ali não era um bom  local para se fixar e nunca mais tentaram se instalar ali.
Agora a pergunta: _ O que é uma aranha? Não é só um inseto com cérebro minúsculo, sem nenhum entendimento? Apesar de ter muita habilidade para tecer teias no intuito de pegar bichinhos para comer?
Porque iniciei com esta historia? Para mostrar que nossos filhos com autismo apesar de ter muitas dificuldades, pode aprender a ser independentes na sua vida diária.
 Por causa do distúrbio do autismo, eles não compreendem muito bem o que dizemos e ensinamos para eles.  Têm dificuldades para fazer coisas que uma criança normal faria rapidamente. É preciso da nossa parte muita paciência, calma, perseverança, para conseguir ajuda-los.Pode durar anos, mas voce consegue.  Muitas mães com crianças me perguntam como foi que Filipe se desenvolveu e como é ter um filho autista adulto, vou contar então aqui:
Muitas pessoas dizem para mim, Filipe é uma criança grande não é? Respondo que não.Porque o que ele faz , uma criança não faz. Ele é todo independente escova os dentes sem eu mandar nas horas certas, escolhe o quer comer nos restaurantes no menu, come de garfo e faca. Faz a sua higiene sozinho. Escolhe os programas, as roupas para sair, enfim Filipe não me dá trabalho nestes quesitos. Mas não foi fácil chegar aqui , foi preciso ensinar por muito mais tempo e tinha dia que dava vontade de desistir. Mas perseverei, O Deus Todo Poderoso fez nossos cérebros humanos  perfeitos e superiores, lesa um lado a gente tem de buscar o pedacinho sadio que existe lá dentro.O pouco que fica faz esta parte.
Quando Filipe conseguir usar o banheiro a primeira vez? Com 5 anos, mas só com 8 anos se limpou sozinho  Antes disso fazia as suas necessidades no box do banheiro , eu recolhia jogava no vaso.
Até 6 anos eu dava comida na boca dele com colher.
Comeu sozinho com a colher aos 8 anos.
Comeu de garfo e faca com 15 anos.
Hoje faz até suco, de limão principalmente, porque gosta muito.
Lava a louça , quando peço, mas demora muito e gasta muito detergente ( Pouca louça), depois de escorrido guarda tudo pra mim.Não desisto Peço isso para ele saber, que é sua ajuda é importante para mim.Ele lava e corta as frutas que come. Seca o banheiro, quando termina o banho. Toma banho sozinho, lavando bem as parte íntimas e se seca  veste sua roupa.
Aprendeu a desabotoar aos botões da  camisa com 20 anos.
Aprendeu a pintar com 18 anos e sozinho em casa com 19 anos após eu comprar cavaletes, tintas e dar para ele fazer sozinho. Não me lembro quando ensinei a fazer buscas no google e a desenhar no paint.
Beijo ele muito e converso, e faço carinho, Filipe é um grande beijoqueiro deve ser por isso, quer dar beijinhos e aperto de mão até quem não conhece.Principalmente as moças das lojas do shopping que nem conhecem ele hehehe. Mas eu dou força pra ele dizendo --Ah se todos fossem assim como ele, não é? Delicado, gentil, amoroso, o mundo seria melhor não seria? Aí elas riem sem graça ..........
 Enfim fica a dica , nunca podemos subestimar nossos filhos autistas ,eles possuem também habilidades enigmáticas que voce pode ajudar a desenvolver, mas com toda calma do mundo, o tempo para eles é um e o nosso é outro.Eles são
  criação de Deus, com habilidades superiores e mais mais complexo que a aranha que faz teias fantásticas. Agora sonho com a pesquisa de Alysson Muotry nosso inteligente cientista brasileiro, que busca a  cura e a medicação  do neurônios autistas. Assim muitas autistas que vão nascer e os pequenos que estão aí , vão ter uma perspectiva de vida bem melhor..... Enquanto ele estuda vou continuar perseverando com Filipe, com muita fé que O Deus Todo Poderoso possa nos ajudar em toda nossa caminhada.
Um beijo doce para voces com esta torta de teia de aranha  !
Ray

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Dilma Rousseff não ajuda os autistas, torturados psicologicamente, porque não recebem condições de tratamento no Brasil!

PRESIDENTA DILMA ROUSSEF CHORA AO LEMBRAR DA TORTURA RECEBIDA NA DITADURA. NÓS MÃES DO BRASIL CHORAMOS, PORQUE NÃO EXISTE NO BRASIL MEDIDAS EFICAZES DE COMBATE AO AUTISMO. SOMOS TORTURADAS DIA E NOITE SEM ESPERANÇA E VIMOS ESTARRECIDAS A TO
RTURA SILENCIOSA E PSICÓLOGICA QUE SOFREM NOSSOS FILHOS COM AUTISMOS. A PRESIDENTA CHOROU E GANHOU INDENIZAÇÃO, SOFREU , MAS SE RESTABELECEU E NOSSOS FILHOS MULHER PRESIDENTA DILMA ROUSSEF? ATÉ HOJE O QUE VOCE FEZ EFETIVAMENTE PELOS AUTISTAS E SUA SAÚDE?








Pois primeira mulher Presidenta do Brasil Dilma Roussef Não Ajuda os autistas.Nunca vimos isso. Dilma é mãe, sabe o que é Gerar um Filho. E sabe como é dificil ter um filho com autismo. Presidenta Dilma Roussef , voce chorou ao lembrar da ditadura chorou ao lembrar da Tortura. Mas voce pode falar e até pedir indenização, que ganhou, por causa disso. Imagine agora um ser brasileiro autista que sofre calado , não por opção , mas por causa do autismo, sofre em silêncio com a falta de recurso de tratamento adequado, leis especificas e escola adequada.Sofre Presidenta.Sofre e muito, voce não tem idéia da desumanidade disso. ISSO É TORTURA, PSICOLÓGICA. TORTURA moral QUE NÂO TEM INDENIZAÇÃO, igual a que voce recebeu. TORTURADOS também estão os pais, que já não sabem o que fazer para ajudar os filhos.Queremos medidas efetivas já. Apoio a pesquisa do autismo, com a criação do Laboratorio de Excelência aos níveis de laboratórios internacionais. Temos o nossos cientista expert em autismo Alysson Muotri que já com sucesso comprovado, como a cura do neurônio autista . Nós mulheres , mães do Brasil queremos este cientista aqui para nos ajudar e dar esperança. CHEGA DE TORTURA! Ray Gonçalves Mélo

A importância da arte e ofícios para crianças com autismo!


 Eu considero de muita importância pais ensinarem algum ofício regularmente ao filho que tem autismo, pode ser, artes, pintura, como o caso do meu filho Filipe,  ou música, esporte, artesanato, outros...
Porque? Porque estas habilidades ajudam a criança ter estimulação extra sensorial.
Eles não podem reunir muitas informações ou ter percepções no ambiente em que vivem ou na escola e na rua , como as crianças normais fazem normalmente, por causa das dificuldades do seu desenvolvimento. Por isso ensinar com muita paciência, qualquer oficio que os pais percebam que a criança gosta, vai lhes dar esta chance de ter estas percepções.
Com isso os pais vão estar adicionando, mais uma entrada sensorial. Sem contar que se esta entrada for um oficio que ele goste, isto vai lhes dar mais calma e serenidade , além de se sentirem mais capazes. Quando eu elogio e beijo Filipe enquanto ele esta desenhando ou pintando , noto a satisfação e alegria que isto faz para ele.
Muitas vezes os professores ensinam arte na escola ate 5-6 anos depois vão parando........
Mas isto é uma atividade para a vida toda, como observei no meu caso que tenho um filho com autismo já adulto.
Agora mesmo é que ele precisa destas atividades. A estimulação sensorial precisa continuar. Porque ele não tem uma vida social como os rapazes da mesma idade, ocupados com tantas coisas. E também porque:
A voz de Filipe para o mundo está na sua arte. É ela que faz a comunicação dele com o mundo.
Esta entrada sensorial fornecida pelas artes de Filipe, acredito eu o tem ajudado a suportar a sua condição.Isso o tornou mais feliz.
Nada é impossível na arte, nela não há o certo ou o errado, pequeno, grande, feio, bonito, garatujas, rabiscos e apenas cobrir é arte. Então a gente compreende que para ela não há limite.
Conheço  uma autista na internet, que ficou famosa pintando com os dedos. Nem usou o pincel, fez o que ela sentiu vontade de fazer. Esta é a principal motivação, se sentir livre para poder soltar a arte que tem dentro de si,sem se preocupar se o outro vai gostar ou não. Importante é usar os recursos que possui, do jeito que quer e imagina, se gosta de pintar com dedo, pé, braço, com luva, com pincel, brocha, algodão, borracha, prancha, até com cartão de credito usado já vi. Pode e deve Tudo vale , tudo é permitido.
Consulte um arteterapeuta para ajudar nesta questão.
Enquanto eles estiverem entretidos com ofício, com o que estão fazendo, não estarão fazendo estereotipias, caretas, chupando o dedo, balançando a cabeça.
Este é um quadro pintado por Filipe, esta decorando o quarto de hospedes da minha casa.
Tenho certeza de que quando ele vê o quadro, compreende o quanto o amamos e damos valor para o que ele faz. Isso o incentiva, e fortalece suas estruturas interiores.
Eu orei muito ao Meu Deus Todo Poderoso que me ajudasse com Filipe e Ele lhe deu arte.
A arte para ser feliz. E o que Meu Deus Todo Poderoso fala para mim tá falado e pronto, vou seguindo, vou lutando, mesmo sem apoio porque o mais importante para mim é que meu filho seja feliz, nem seja com pouca coisa. As vezes o pouco se torna muito , se torna tudo. E vamos caminhando..........
Boa noite para todos!

 Ray Gonçalves Mélo