Biografia Filipe Gonçalves Mélo.

Biografia Filipe Gonçalves Mélo.
Filipe Gonçalves Vieira Mélo.Autodidata. Pintura à óleo abstrata em vários tamanhos até 2mx3m. Desenho com pintura. Desenhos em A 4. Exposição na Mostra Morar mais por Menos RJ e Feira Reacess RJ. Entrevista na GNT. Parque das Ruínas. Santa Teresa RJ.Revista:Entender a mulher. Editora Moi SP.Exposição na morar por Menos Lagoa RJ. Correio da Manhã- Portugal. Coluna. Lídia Soares.Revista Época . Entrevista Cristiane Segatto.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

PORQUE ENSINAR ARTE PARA CRIANÇAS PEQUENAS COM AUTISMO.

 O site http://www.coolprogeny.com/2010/12/best-of-2010-bubble-wrap-art.html que eu captei esta foto , não tem nada a ver com crianças com autismo.Esta criança da foto não é autista.
  Mas achei muito interessante , porque é um modelo para as mamães que já tiveram o diagnóstico de autismo em seus filhos à partir dos 2 anos, onde já é percebido alguns sinais.
O estimulo que ela recebe promove muitas coisas boas internamente. Como percepção, espaço, sentimentos....
Todos nós sabemos que o tratamento precoce com crianças que tem autismo , pode até fazer com que estes sintomas possam desaparecer.
 Um dos instrumentos que funcionou  com Filipe foi a ARTE. Mais uma vez conto um pouco de nós na esperança de ajudar alguém.
A arte para Filipe funcionou como um canal de comunicação e expressão.
  Embora Filipe tenha sido considerado um autista clássico, sua evolução , em primeiro lugar com a ajuda do Deus Verdadeiro e depois a arte fez com que Filipe tivesse uma grande melhora social e interativa, que me deixou surpreendida. Hoje me perguntam como ele faz tantas coisas.
Parece que a pintura o trouxe para nossa realidade a partir do momento onde houve um reconhecimento do outro com sua pintura. As pessoas passaram a ve-lo com outros olhos, depois de ver que ele se se exprime com a pintura.
Sei lá, será que nasceu mais neurônios na cabeça dele?
Porque  ele melhorou muito o comportamento e a comunicação. Ele usa a escrita com mais clareza elaborando frases e usando pontos de interrogação. 
A linguagem oral de Filipe é muito deficitária, quase intelingível , pois ele não faz uso dela desde 2 anos .
  No entanto esta voz se manifesta na escrita, usando até mesmo o EU.
ele escreve:  _O que é que eu quero?
Logo após escreve onde quer ir. O que quer comer. E por aí vai......
  Quando busco um trabalho para ele usando as sua imagens , quero com isso  expanda seu interior
sua capacidade de ser, para que isso possa leva-lo a uma possível melhora. É também uma continuidade da sua pintura.  
  Mas como um autista vai para o trabalho?
   Eu vou com ele rs.(Ele não sai sozinho)
O empregador recebe ele e dá as cores que precisa e Filipe pinta para ele. Um dia , dois ......até terminar a tarefa.
Um autista não consegue ter uma rotina de horário e dias , porque eles são livres e não aceitam se aprisionar.
Mas Filipe ama pintar . E creio que ele vendo que sua pintura tem finalidade, por certo será feliz em faze-lo.
Bem amigos este é mais um post de mãe.......
Sonhos, sei lá ...........
Uma boa semana para todos!
Ray